Foto: Unsplash
Foto: Unsplash

Anvisa recomenda suspensão da vacina AstraZeneca em gestantes

PNI deve seguir orientação da bula do imunizante, que indica o uso por grávidas apenas se indicado pelo médico


Através de uma nota técnica, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou na segunda-feira (10) a suspensão imediata do uso da vacina AstraZeneca/Fiocruz em mulheres gestantes.

A orientação feita pela Anvisa é de que o Programa Nacional de Imunização (PNI) siga a indicação da bula da vacina. O uso de imunizantes em situações não previstas na bula só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional da saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente. A bula atual da vacina contra Covid da AstraZeneca não recomenda o seu uso por gestantes sem devida orientação médica.

Anvisa tem 48 horas para detalhar documentos pendentes da Sputnik V

Covid-19: MS receberá 8,2 milhões de doses da vacina até sexta

A recomendação da Agência é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas contra Covid-19 em atual uso no País.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Através de uma nota técnica, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou na segunda-feira (10) a suspensão imediata do uso da vacina AstraZeneca/Fiocruz em mulheres gestantes.

A orientação feita pela Anvisa é de que o Programa Nacional de Imunização (PNI) siga a indicação da bula da vacina. O uso de imunizantes em situações não previstas na bula só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional da saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente. A bula atual da vacina contra Covid da AstraZeneca não recomenda o seu uso por gestantes sem devida orientação médica.

A recomendação da Agência é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas contra Covid-19 em atual uso no País.

Reportagem, Poliana Fontenele