Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

18,6 milhões de declarações do IR já foram enviadas à Receita Federal

Prazo acaba no final deste mês e a não apresentação estará sujeita à multa


Até a manhã desta segunda-feira (10) a Receita Federal já havia recebido 18.602.936 declarações do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2021, ano-base 2020, das quais 58.705 foram entregues com certificado digital.

O prazo de entrega começou em 1º de março e vai até 31 de maio, data limite adiada em um mês devido às dificuldades no recolhimento de documentos impostas pela pandemia da Covid-19.  O sistema de recepção de declarações da Receita funciona 20 horas por dia, ficando indisponível somente entre 1 e 5 horas da manhã.

Imposto de Renda 2021: tire suas dúvidas para acertar as contas com o Leão

Apenas 52% dos contribuintes já enviaram declaração do imposto de renda

O contribuinte deve estar atento ao prazo de entrega, pois a não apresentação da declaração estará sujeita à multa de R$165,74, ou 1% do imposto devido, prevalecendo o maior valor. A declaração é obrigatória para quem recebeu acima de R$28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2020. Quanto antes for feito o envio da declaração, mais rápido o cidadão receberá a restituição, se for o caso.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

Até a manhã desta segunda-feira (10) a Receita Federal já havia recebido 18.602.936 declarações do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2021, ano-base 2020, das quais 58.705 foram entregues com certificado digital.

O prazo de entrega começou em 1º de março e vai até 31 de maio, data limite adiada em um mês devido às dificuldades no recolhimento de documentos impostas pela pandemia da Covid-19.  O sistema de recepção de declarações da Receita funciona 20 horas por dia, ficando indisponível somente entre 1 e 5 horas da manhã.

O contribuinte deve estar atento ao prazo de entrega, pois a não apresentação da declaração estará sujeita à multa de R$165,74, ou 1% do imposto devido, prevalecendo o maior valor. A declaração é obrigatória para quem recebeu acima de R$28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2020. Quanto antes for feito o envio da declaração, mais rápido o cidadão receberá a restituição, se for o caso.

Reportagem, Larissa Lago