Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Governo federal prorroga auxílio emergencial por mais quatro meses

Anúncio ocorreu no Palácio da Alvorada após o presidente se reunir com líderes partidários


O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (1º) que o auxílio emergencial será prorrogado por mais quatro meses. Cada parcela será de R$ 300. O anúncio ocorreu no Palácio da Alvorada após o presidente se reunir com líderes partidários. O governo federal afirma que enviará uma medida provisória que estabelece o adiamento. 

No evento, Bolsonaro voltou a reafirmar que o benefício é muito para quem o paga e pouco para quem o recebe. As transferências do auxílio emergencial ocorrem por lotes, conforme a data de aprovação dos beneficiários. O cadastro para receber o benefício terminou em 2 de julho.

Auxílio Emergencial ajuda a baixar pobreza extrema no Brasil

De acordo com o governo federal, foram investidos cerca de R$ 184 bilhões no pagamento do auxílio, que já beneficiou diretamente mais de 67 milhões de pessoas.
 

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (1º) que o auxílio emergencial será prorrogado por mais quatro meses. Cada parcela será de R$ 300. O anúncio ocorreu no Palácio da Alvorada após o presidente se reunir com líderes partidários. O governo federal afirma que enviará uma medida provisória que estabelece o adiamento. 

No evento, Bolsonaro voltou a reafirmar que o benefício é muito para quem o paga e pouco para quem o recebe. As transferências do auxílio emergencial ocorrem por lotes, conforme a data de aprovação dos beneficiários. O cadastro para receber o benefício terminou em 2 de julho.

De acordo com o governo federal, foram investidos cerca de R$ 184 bilhões no pagamento do auxílio, que já beneficiou diretamente mais de 67 milhões de pessoas.

Reportagem, Paulo Oliveira