Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o radialista realize o login no site da Agência do Rádio - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 Mais não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

Foto: Acervo pessoal

Equipe carioca de garagem disputa final do Torneio de Robótica neste fim de semana

Competição começa nesta sexta-feira (15) e segue até domingo (17)

Salvar imagemTexto para rádio

Equipes de robótica de todo o país estarão no Rio de Janeiro neste fim de semana para participar da etapa nacional do Torneio SESI de Robótica FIRST® LEGO® League. Uma delas, carioca, se destaca da maioria, que costuma ser formada por equipes representantes de escolas públicas ou particulares. A “Stan Geek” é uma equipe de garagem, independente, formada por três estudantes que desejavam fazer parte da robótica, mas que não tinham as ferramentas necessárias em suas escolas.

Segundo o técnico da equipe, Rômulo Braga, existem poucas equipes de garagem devido aos gastos que devem ser empenhados para os treinamentos de robótica, como o local e o material utilizado. O técnico garante que a robótica ajuda tanto na formação acadêmica e profissional quanto pessoal. “A pessoa vê na prática o que ela aprende em sala de aula, a metodologia científica, contato com especialistas, tudo isso é fantástico. A robótica me incentivou muito a fazer engenharia, ajudou a escolher a minha profissão”, ressalta Rômulo, que possui dez anos de experiência em torneios da First Lego League, como mentor e técnico. 

Ana Izecksohn, 16 anos, pretende seguir um caminho parecido. Integrante da equipe desde o início, em 2015. Está no último ano do ensino médio e apesar de estar se despedindo dos torneios, devido à idade, pretende permanecer na área e cursar engenharia na faculdade. “Um dos benefícios da robótica é realmente essa ajuda que te dá nas matérias como física, matemática, desenvolve mais o seu pensamento, então ajuda no meio acadêmico. Mas a robótica me trouxe muitos outros conhecimentos, muitas outras vantagens. Pela robótica, eu me identifiquei muito com a parte mecânica e a parte de programação também”, afirma.

A equipe participou de diversos torneios de robótica e representou o Brasil na World Robot Olympiad 2017, que ocorreu na Costa Rica, em novembro de 2017. Para esta temporada do Torneio da FLL, com o tema “Into Orbit”, que em inglês significa “no espaço”, a “Stan Geek” desenvolveu uma solução para diminuir o isolamento social enfrentado pelos astronautas: o “Astroboard”. É um robô que, aliado a óculos de realidade aumentada, reproduz os movimentos realizados em um outro “Astroboard” localizado em um ambiente diferente.

“O astronauta iria conseguir ver o filho ou qualquer ente querido dele na espaçonave com ele e vice e versa na terra. E ele iria conseguir jogar um jogo real de tabuleiro com outra pessoa na terra. Então, os óculos identificariam o movimento que o astronauta fez e ia fazer a réplica dele”, explica a estudante.

Crédito: Ítalo Novais | Agência do Rádio Mais

O torneio
O desafio da temporada, “Into Orbit”, explora a temática espacial, envolvendo satélites, comunicação, sobrevivência e aspectos psicológicos a que os astronautas estão sujeitos em uma viagem espacial. Crianças e jovens de 9 a 16 anos podem participar do Torneio SESI de Robótica FIRST® LEGO® League.

O torneio possui três tipos de avaliação: Projeto de Pesquisa para colocar as ideias no papel; Design do Robô para desenvolvê-lo; Desafio do Robô, quando a equipe tem de cumprir missões com o próprio robô; e por fim, a Core Values, quando é avaliado o trabalho em equipe. 

Cada equipe deve ter obrigatoriamente dois treinadores: técnico e mentor; e dois a dez competidores. As equipes precisam resolver um conjunto de problemas do mundo real vivenciados por profissionais como cientistas e engenheiros.

O Serviço Social da Indústria (SESI), que investe em programas de robótica desde 2006, é o responsável pela realização do torneio no Brasil. “A robótica educacional tem um impacto muito grande na nossa indústria no futuro. Então, os alunos que entram na robótica hoje, muitos deles acabam optando por seguir as áreas das engenharias, das ciências e isso vai fortalecer muito a nossa indústria nacional”, destaca o coordenador de robótica do SESI do Distrito Federal, Atos Reis.

Torneio SESI de Robótica FIRST® LEGO® League vai ocorrer no Pier Mauá, de 15 a 17 de março. Ao todo, participarão 75 equipes de diversos estados do Brasil.

Quer saber mais sobre robótica?
Acesse: http://www.portaldaindustria.com.br/sesi/canais/torneio-de-robotica/
 

Fonte: Brasil 61

Continue Lendo





Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: A partir desta sexta-feira, dia 15 de março, equipes de robótica de todo o país estarão no Rio de Janeiro para participar da etapa nacional do Torneio SESI de Robótica FIRST® LEGO® League. Uma delas, carioca, se destaca da maioria. A “Stan Geek” é uma equipe de garagem, independente, formada por três estudantes que desejavam fazer parte da robótica, mas que não tinham as ferramentas necessárias em suas escolas. Para esta temporada do Torneio da FLL, a Stan Geek desenvolveu uma solução para diminuir o isolamento social enfrentado pelos astronautas: o “Astroboard”, como explica a integrante da equipe Ana Izecksohn, de 16 anos.

TEC./SONORA: Ana Izecksohn, estudante

“A nossa solução foi o ‘Astroboard’. O que é? É um suporte para jogo de tabuleiro. Iria existir um ‘Astroboard’ numa espaçonave e um na terra e o nosso projeto seria acoplado a um óculos de realidade aumentada. Então o astronauta ia conseguir ver o filho ou qualquer ente querido dele na espaçonave com ele e vice e versa na terra e ele ia conseguir jogar um jogo real de tabuleiro com outra pessoa na terra. Então os óculos identificariam o movimento que o astronauta fez e ia fazer a réplica dele.”
 

LOC.: O coordenador de robótica do SESI do Distrito Federal, Atos Reis, explica que o SESI é o responsável pela realização do torneio no Brasil e que a robótica é uma importante ferramenta para o desenvolvimento dos alunos.

TEC./SONORA: Atos Reis, coordenador de robótica do SESI do Distrito Federal

“A robótica educacional tem um impacto muito grande na nossa indústria no futuro. Então, os alunos que entram na robótica hoje, muitos deles acabam optando por seguir as áreas das engenharias, das ciências e isso vai fortalecer muito a nossa indústria nacional.”
 

LOC.: A etapa nacional do Torneio SESI de Robótica FIRST® LEGO® League começa nesta sexta-feira, dia 15, e segue até domingo, 17 de março. Ao todo, vão participar 75 equipes de diversos estados do Brasil. 

Reportagem, Aline Dias