BELO HORIZONTE: Um dia após assumir prefeitura, Alexandre Kalil exonera 2,8 mil funcionários comissionados

Salvar imagem

REPÓRTER: Um dia após assumir o governo de Belo Horizonte, o novo prefeito, Alexandre Kalil, do PHS, exonerou cerca de 2 mil e 800 funcionários que ocupavam cargos comissionados na cidade. A decisão foi divulgada no Diário Oficial do Município desta segunda-feira (2).

A medida tomada pela prefeitura tem o objetivo de reduzir os gastos com a máquina estatal. Assim que foi eleito, Alexandre Kalil anunciou que faria uma reforma estrutural da máquina pública de Belo Horizonte. O número de secretarias, por exemplo, foi reduzido de 22 para 13.

Nos próximos meses, a prefeitura deve enviar a Câmara Municipal um projeto de lei de reforma administrativa. Uma parte dos funcionários exonerados, nesta segunda, poderá ser recontratada para cargos de confiança, ao longo do ano.

Reportagem, João Paulo Machado

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.