Divulgação
Divulgação

RR: Inscrições abertas para programa CNH Cidadã

Programa prevê o custeio de todos os valores da primeira habilitação para pessoas de baixa renda


Já estão abertas as inscrições para os interessados na emissão da Carteira Nacional de Habilitação Cidadã (CNH Cidadã) gratuita, em Roraima. A solicitação pode ser feita pelo site do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RR). Ao todo, são 400 vagas para pessoas de baixo poder aquisitivo. 

O programa prevê o custeio integral de todos os valores da 1ª habilitação para pessoas de baixa renda, conforme critérios estabelecidos pela Lei nº 1.011/2015, e também a renovação para condutores no exercício da atividade de motorista. 

Diretor do Denatran comenta principais mudanças no Código de Trânsito Brasileiro

Validade da carteira de motorista passará de 5 para 10 anos

Para a capital Boa Vista, serão 260 vagas. Já para os demais municípios do estado, serão 140 vagas. Do total, 40% das vagas são para pessoas de baixa renda desempregadas há um ano; outros 40% são para beneficiários do Bolsa Família; 18% para os casos de renovação da CNH, no caso de pessoas de baixa renda que comprovem que exercem atividade remunerada como motorista; 2% para egressos e liberados do sistema penitenciário. 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Já estão abertas as inscrições para os interessados na emissão da Carteira Nacional de Habilitação Cidadã (CNH Cidadã) gratuita, em Roraima. A solicitação pode ser feita pelo site do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RR). Ao todo, são 400 vagas para pessoas de baixo poder aquisitivo. 

O programa prevê o custeio integral de todos os valores da 1ª habilitação para pessoas de baixa renda, conforme critérios estabelecidos pela Lei nº 1.011/2015, e também a renovação para condutores no exercício da atividade de motorista. 

Para a capital Boa Vista, serão 260 vagas. Já para os demais municípios do estado, serão 140 vagas. Do total, 40% das vagas são para pessoas de baixa renda desempregadas há um ano; outros 40% são para beneficiários do Bolsa Família; 18% para os casos de renovação da CNH, no caso de pessoas de baixa renda que comprovem que exercem atividade remunerada como motorista; 2% para egressos e liberados do sistema penitenciário. 

Reportagem, Felipe Moura.