Foto: Reprodução/Canal Doutor Ajuda
Foto: Reprodução/Canal Doutor Ajuda

Quantas horas de sono precisamos?

Neste episódio, o otorrinolaringologista e médico do sono, George do Lago Pinheiro, fala sobre as consequências de dormir pouco

SalvarSalvar imagem

Durante o sono, o nosso corpo executa funções muito importantes relacionadas à memória, imunidade, tensão, controle do apetite e muitas outras que ainda estamos conhecendo, por isso, dormir a quantidade necessária de horas é fundamental.

O número de horas ideal para um sono é individual, e essas horas variam em diversas situações, uma mesma pessoa não vai dormir a mesma quantidade de horas durante toda a vida, crianças, adultos e idosos possuem necessidades diferentes.

Por que somos orientados a dormir 8 horas todas as noites? 

A maioria das pessoas se encaixam nessa necessidade e precisam dessa quantidade de descanso para executar bem as funções do corpo e ter a disposição necessária para realizar as atividades durante o dia. Mas existem casos em que a pessoa precisa de 6 horas diárias de descanso. E no outro extremo, também existem pessoas que precisam de 9 horas de sono.

Ter um padrão regular de sono é fundamental para respeitar o ritmo natural do sono. Uma pessoa que não dorme o suficiente, além de sentir cansaço, pode apresentar irritabilidade, dificuldade de atenção e memória, aumentando o risco de acidentes no trabalho e no trânsito, além de prejudicar o desempenho nos estudos.

Casos mais graves envolvem pessoas que passam longos períodos dormindo mais do que o necessário. Cientificamente, foi comprovado que isso aumenta os riscos para a saúde do coração, como pressão alta e arritmias, AVC, obesidade e alterações nos níveis de glicose no sangue. Manter um sono adequado é crucial para a saúde física e mental a longo prazo.

Dormir é uma necessidade fisiológica, assim como comer ou beber água. Conhecer o próprio padrão de sono, é fundamental para respeitar o ritmo de funcionamento do seu corpo.

Para mais informações, assista ao vídeo no canal Doutor Ajuda.

Receba nossos conteúdos em primeira mão.