Adutora do Agreste vai beneficiar, na primeira etapa, cerca de 1,3 milhão de pessoas em 23 cidades do estado. Nesta quarta-feira, foram liberados mais R$ 20,7 milhões para a continuidade das obras. Foto: Adalberto Marques/MDR
Adutora do Agreste vai beneficiar, na primeira etapa, cerca de 1,3 milhão de pessoas em 23 cidades do estado. Nesta quarta-feira, foram liberados mais R$ 20,7 milhões para a continuidade das obras. Foto: Adalberto Marques/MDR

PE: Governo Federal repassa mais R$ 20,7 milhões para ampliar acesso à água

Recursos serão destinados à primeira etapa da Adutora do Agreste Pernambucano, que já está com mais de 74% de execução


O Governo Federal vai repassar R$ 20,7 milhões para a continuidade das obras da Adutora do Agreste Pernambucano. A estrutura é complementar ao Eixo Leste do Projeto de Transposição do Rio São Francisco e vai beneficiar, na primeira etapa, cerca de 1,3 milhão pessoas em 23 cidades de Pernambuco.

O investimento do Governo Federal na primeira etapa da adutora é de mais de  R$ 1,24 bilhão. Desse total, quase R$ 290 milhões foram repassados desde 2019

A Adutora do Agreste Pernambucano vai beneficiar, nesta primeira etapa, os municípios de Águas Belas, Arcoverde, Alagoinha, Belo Jardim, Bezerros, Brejo da Madre de Deus, Buíque, Cachoeirinha, Caruaru, Gravatá, Iati, Itatiba, Lajedo, Pedra, Pesqueira, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, São Bento do Una, São Caetano, Tacaimbó, Toritama, Tupanatinga e Venturosa. A primeira etapa, que conta com 74,3% de execução, terá 695 quilômetros de extensão.
 

Durante a cerimônia de anúncio dos recursos, o ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, reforçou as principais ações da Pasta para ampliar o acesso à água para a população. “A Adutora do Agreste é mais uma das obras que a gente está com um conjunto de obras paralelas que levam as águas mais longe. As Vertentes Litorâneas são uma, a Adutora do Agreste é outra. Elas, em conjunto, vão totalizar três mil quilômetros de canal e vão atender muito mais brasileiros e muito mais nordestinos ainda.”

A Adutora do Agreste Pernambucano tem como principal fonte o Ramal do Agreste, considerada a maior infraestrutura para entrega de água do Rio São Francisco para Pernambuco. 

O secretário nacional de Segurança Hídrica do MDR, Sérgio Costa, também destacou a importância da obra. “O Ministério do Desenvolvimento Regional tem a água como prioridade. Levar a água para o Nordeste brasileiro é uma prioridade nossa. Nós temos que levar desenvolvimento para o Nordeste, nós temos que levar saúde". 

Para saber mais sobre as ações de segurança hídrica do Ministério do Desenvolvimento Regional, acesse mdr.gov.br
 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC: O Governo Federal vai repassar mais de 20 milhões de reais para a continuidade das obras da Adutora do Agreste Pernambucano. A estrutura é complementar ao Eixo Leste do Projeto de Transposição do Rio São Francisco e vai beneficiar, na primeira etapa, cerca de 1 milhão e trezentas mil pessoas em 23 cidades de Pernambuco.

O investimento do Governo Federal na primeira etapa da adutora é de mais de um bilhão e duzentos milhões de reais. Desse total, quase 290 milhões foram repassados desde 2019

Durante a cerimônia de anúncio dos recursos, o ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, reforçou as principais ações da Pasta para ampliar o acesso à água para a população. 

SONORA DANIEL
“A Adutora do Agreste é mais uma das obras que a gente está com um conjunto de obras paralelas que levam as águas mais longe. As Vertentes Litorâneas são uma, a Adutora do Agreste é outra. Elas, em conjunto, vão totalizar três mil quilômetros de canal e vão atender muito mais brasileiros e muito mais nordestinos ainda”

LOC: A Adutora do Agreste Pernambucano tem como principal fonte o Ramal do Agreste, considerada a maior infraestrutura para entrega de água do Rio São Francisco para Pernambuco. 

O secretário nacional de Segurança Hídrica do MDR, Sérgio Costa, também destacou a importância da obra. 

SONORA SÉRGIO COSTA
“O Ministério do Desenvolvimento Regional tem a água como prioridade. Levar a água para o Nordeste brasileiro é uma prioridade nossa. Nós temos que levar desenvolvimento para o Nordeste, nós temos que levar saúde". 

LOC: Para saber mais sobre as ações de segurança hídrica do Ministério do Desenvolvimento Regional, acesse mdr.gov.br

Reportagem, Manuela Rolim