Foto: Divulgação/MDR
Foto: Divulgação/MDR

Nova tecnologia vai modernizar o envio de alertas de desastres à população

Por meio da tecnologia cell broadcasting, avisos serão recebidos em todos os celulares que estiverem próximos às antenas de telefonia em áreas de risco


A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) determinou o uso da tecnologia cell broadcasting para o envio de alertas de desastres à população nas operadoras de telefone celular no País. Com isso, os envios de avisos alcançarão uma faixa muito maior da população brasileira. As operadoras têm até 31 de dezembro de 2023 para a implantação da nova tecnologia.

Com a modernização, os usuários em áreas de risco passarão a receber mensagens diretamente na tela do telefone, mesmo sem estarem cadastrados. É um avanço que complementa os serviços de avisos por SMS, Telegram, Google Alertas, TV por assinatura e, mais recentemente, por meio do WhatsApp, lançados pela Defesa Civil Nacional.

“A tecnologia cell broadcasting representará um salto, um novo paradigma em termos de proteção. Ela não prevê a necessidade de cadastro. Ou seja, toda a população brasileira, a partir de uma situação crítica que seja detectada, vai receber, em seu celular, notificações e dicas de como se autoproteger em situações de desastres”, destaca coordenador-geral de Gerenciamento de Desastres da Defesa Civil Nacional, Tiago Molina Schnorr.

O novo sistema conta com avanços muito importantes: dispara alarme com aviso sonoro, mesmo se o celular estiver no modo silencioso, e sobrepõe a mensagem de alerta na tela independentemente do conteúdo que estiver em uso.

Cadastre-se para receber releases pelo WhatsApp

Para receber mais notícias e ações do MDR, jornalistas e blogueiros interessados podem se cadastrar nos grupos de WhatsApp. Um deles tem enfoque em notícias de abrangência nacional e, nos demais, serão compartilhadas informações exclusivas de cada estado. Clique neste link para acessar os grupos.

Caso deseje receber apenas informações relacionadas à proteção e defesa civil, cadastre-se neste link.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC: A Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel, determinou que as operadoras de telefone celular no País usem a tecnologia cell broadcasting para envio de alertas de desastres à população.

Com isso, os usuários que estiverem em áreas de risco passarão a receber mensagens diretamente na tela do telefone, mesmo sem estarem cadastrados.

As operadoras têm até 31 de dezembro de 2023 para a implantação da nova tecnologia, que vai complementar os serviços de avisos por SMS, Telegram, Google Alertas, TV por assinatura e WhatsApp, que já estão em funcionamento.

Tiago Molina Schnorr, coordenador-geral de Gerenciamento de Desastres da Defesa Civil Nacional, destaca a importância da nova tecnologia no envio de alertas

TEC/SONORA: Tiago Molina Schnorr

“A tecnologia cell broadcasting representará um salto, um novo paradigma em termos de proteção. Ela não prevê a necessidade de cadastro. Ou seja, toda a população brasileira, a partir de uma situação crítica que seja detectada, vai receber, em seu celular, notificações e dicas de como se autoproteger em situações de desastres”

LOC: O novo sistema vai disparar alarme com aviso sonoro, mesmo se o celular estiver no modo silencioso. Além disso, a mensagem de alerta vai se sobrepor na tela independentemente do conteúdo que estiver em uso.

Para saber como se cadastrar nos serviços de envio de alertas, acesse mdr.gov.br.

Reportagem, Gabriel Navajas