Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

INSS: Calendário de pagamento do mês de outubro começa no dia 25

O pagamento será feito de acordo com o valor do benefício e final do NIS


Aposentados e pensionistas devem ficar atentos ao calendário de pagamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deste ano. Os repasses deste mês começam no dia 25,  e será de acordo com o valor do benefício e final do NIS. Mais de 37 milhões de pessoas receberão o pagamento de seus benefícios durante o ano de 2023. O economista Newton Marques alerta: 

“Quem ganha até um salário mínimo tem uma data e quem ganha mais de um salário mínimo tem outra data. E sempre tem que verificar o último dígito antes do traço, para as pessoas poderem fazer jus”, destaca.

Para Newton Marques, aproveitar o dinheiro acaba sendo difícil para quem ganha um salário mínimo. “Quem ganha um salário mínimo tem uma despesa em geral muito superior a esse um salário mínimo, quem tem mais de um salário mínimo pode aí sim se programar, colocar as despesas essenciais que ele tem com a família e deixar as despesas supérfluas para depois”, avalia.

Quem precisar acessar os serviços e benefícios oferecidos pelo INSS, precisa manter as informações sempre em dia. Segundo o Instituto, dados desatualizados ou incorretos podem causar atrasos ou até mesmo a suspensão dos pagamentos. É importante realizar a atualização cadastral das bases de dados do INSS, para evitar qualquer tipo de contratempo.

Data de pagamento para quem recebe até 1 salário mínimo:

  • Final 1: 25 de outubro
  • Final 2: 26 de outubro
  • Final 3: 27 de outubro
  • Final 4: 30 de outubro
  • Final 5: 31 de outubro
  • Final 6: 1º de novembro
  • Final 7: 3 de novembro
  • Final 8: 6 de novembro
  • Final 9: 7 de novembro
  • Final 0: 8 de novembro

Data de pagamento para quem recebe acima de 1 salário mínimo:

  • Finais 1 e 6: 1º de novembro
  • Finais 2 e 7: 3 de novembro
  • Finais 3 e 8: 6 de novembro
  • Finais 4 e 9: 7 de novembro
  • Finais 5 e 0: 8 de novembro

De acordo com o economista Newton Marques, todo repasse é feito de acordo com o caixa, o Fluxo de Caixa que o INSS programa. “Como tem as contribuições que entram e os repasses do governo federal, então tudo isso daí acaba sendo motivo para poder construir as datas de pagamento desses benefícios dos aposentados”, revela.

Em caso de mudança de endereço, e-mail, número de telefone, alteração de nome ou atividade do segurado, o INSS informa que precisa ser feita uma nova solicitação para atualizar através da Central de Atendimento telefônico 135 ou do site Meu INSS. 

Confira o calendário de pagamento:

 

 

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Aposentados e pensionistas devem ficar atentos ao calendário de pagamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deste ano. Os repasses deste mês começam no dia 25,  e será de acordo com o valor do benefício e final do NIS. Mais de 37 milhões de pessoas receberão o pagamento de seus benefícios durante o ano de 2023. O economista Newton Marques alerta: 

TEC./SONORA:  economista newton marques

“Quem ganha até um salário mínimo tem uma data e quem ganha mais de um salário mínimo tem outra data. E sempre tem que verificar o último dígito antes do traço, para as pessoas poderem fazer jus”,


LOC.: Para Newton Marques, aproveitar o dinheiro acaba sendo difícil para quem ganha um salário mínimo. 

TEC./SONORA: economista newton marques

“Quem ganha um salário mínimo tem uma despesa em geral muito superior a esse um salário mínimo, quem tem mais de um salário mínimo pode aí sim se programar, colocar as despesas essenciais que ele tem com a família e deixar as despesas supérfluas para depois”,


LOC.: O INSS informa que dados desatualizados ou incorretos podem causar atrasos ou até mesmo a suspensão dos pagamentos. É importante realizar a atualização cadastral das bases de dados do INSS, para evitar qualquer tipo de contratempo. Em caso de mudança de endereço, e-mail, número de telefone, alteração de nome ou atividade do segurado, precisa ser feita uma nova solicitação para atualizar através da Central de Atendimento telefônico 135 ou do site Meu INSS. 

Reportagem, Lívia Azevedo