Foto: Agência Brasil/EBC
Foto: Agência Brasil/EBC

Em agosto, valor médio da cesta básica subiu em quatro das oito cidades pesquisadas

Belo Horizonte e Rio de Janeiro foram as cidades que registraram as maiores altas


Em agosto, o valor médio da cesta básica subiu em quatro das oito cidades pesquisadas. São elas: Belo Horizonte (9,4%), Rio de Janeiro (3,0%), Salvador (1,6%) e Manaus (1,2%). 

Dos 18 produtos da cesta básica, cinco produtos apresentaram aumento no preço em todas as cidades pesquisadas: manteiga, açúcar, margarina, arroz e frango. Já o preço dos legumes registrou queda em todas as capitais.

Em valores absolutos, as cestas básicas mais caras do país são do Rio de Janeiro, a R$ 836,57, seguida por São Paulo, a R$ 814,11 e Fortaleza, a R$ 710,00.

O aumento nos preços da cesta básica acompanhou a tendência de alta mostrada pelo índice oficial de inflação, o IPCA-15, que em agosto ficou em 0,28%. A alta no IPCA também ocorre com o segmento de alimentação. 

Por outro lado, as cestas mais baratas são de Belo Horizonte (R$ 618,67), Manaus (R$ 649,13), e Brasília (R$ 680,78).

Depois de três meses apresentando tendência de queda, o valor da cesta básica apresentou alta na maioria das capitais em agosto, refletindo a correção no preço de produtos importantes na mesa do consumidor.

A pesquisa é realizada pela FGV IBRE & HORUS Inteligência de mercado. 
 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Em agosto, o valor médio da cesta básica subiu em quatro das oito cidades pesquisadas. São elas: Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Salvador e Manaus. 

Dos 18 produtos da cesta básica, cinco produtos apresentaram aumento no preço em todas as cidades pesquisadas: manteiga, açúcar, margarina, arroz e frango. Já o preço dos legumes registrou queda em todas as capitais.

Em valores absolutos, as cestas básicas mais caras do país eram Rio de Janeiro, a R$ 835,00, seguida por São Paulo, a R$ 815,00 e Fortaleza, a R$ 710,00.

O aumento nos preços da cesta básica acompanhou a tendência de alta mostrada pelo índice oficial de inflação, o IPCA-15, que em agosto ficou em aproximadamente 0,30%. A alta no IPCA também ocorre com o segmento de alimentação. 

Por outro lado, as cestas mais baratas são de Belo Horizonte, Manaus, e Brasília, que variam entre R$ 620,00 e R$ 680,00. 

Depois de três meses apresentando tendência de queda, o valor da cesta básica apresentou alta na maioria das capitais em agosto, refletindo a correção no preço de produtos importantes na mesa do consumidor brasileiro.

A pesquisa é realizada pela FGV IBRE & HORUS Inteligência de mercado. 

Reportagem, Luigi Mauri, narração, Sophia Stein.