Foto: MDR
Foto: MDR

Desastres naturais: Minas Gerais e Maranhão recebem repasses do Governo Federal

Estados foram afetados pelas chuvas intensas que atingiram o País desde o fim do ano passado


O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), vai repassar mais de R$ 2,9 milhões para ações de defesa civil nos estados de Minas Gerais e do Maranhão. As portarias que autorizam os recursos estão disponíveis no Diário Oficial da União.

Atingido por chuvas intensas em dezembro, o município mineiro de Salinas vai receber R$ 1 milhão para restabelecimento da pavimentação de vias urbanas, contratação de serviços de limpeza e retirada de resíduos de córregos, rios e canais da cidade.

Também afetado por chuvas intensas no início deste ano, o estado do Maranhão vai receber R$ 1,79 milhão para a compra de cestas de alimentos, colchões, kits dormitório (lençol, fronha e travesseiro) e combustível.

Ainda no Maranhão, a cidade de Conceição do Lago-Açu vai receber R$ 190 mil para aquisição de cestas básicas, kits de limpeza, higiene e dormitório, além de água mineral.

Governo Federal reconhece situação de emergência em mais sete cidades brasileiras atingidas por desastres naturais

Governo Federal reconhece situação de emergência em mais sete cidades brasileiras atingidas por desastres naturais

Como solicitar recursos federais

Após a concessão do status de situação de emergência pela Defesa Civil Nacional, os municípios atingidos por desastres estão aptos a solicitar recursos do MDR para atendimento à população afetada. As ações envolvem restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de equipamentos de infraestrutura danificados.

A solicitação deve ser feita por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD). Com base nas informações enviadas, a equipe técnica da Defesa Civil Nacional avalia as metas e os valores solicitados. Com a aprovação, é publicada portaria no DOU com a especificação do montante a ser liberado.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC: O Ministério do Desenvolvimento Regional, o MDR, vai repassar quase 3 milhões de reais para ações de defesa civil nos estados de Minas Gerais e do Maranhão. 

Atingido por chuvas intensas em dezembro, o município mineiro de Salinas vai receber 1 milhão. O recurso será destinado ao restabelecimento da pavimentação de vias urbanas, contratação de serviços de limpeza e retirada de resíduos de córregos, rios e canais da cidade.

Também afetado por chuvas intensas no início deste ano, o estado do Maranhão vai receber cerca de 1 milhão e 800 mil reais. O plano de resposta ao desastre natural envolve a compra de cestas de alimentos, colchões, lençois, fronhas e travesseiros, além de combustível. 

Já a cidade maranhense Conceição do Lago-Açu vai contar com 190 mil reais para compra de cestas básicas, kits de limpeza, higiene e dormitório, além de água mineral.

Em todo o país, estados e municípios atingidos por desastres podem solicitar recursos ao MDR. As ações são para atendimento à população afetada, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de infraestrutura danificada. 

Para isso, é necessário obter anteriormente o reconhecimento federal de situação de emergência ou de estado de calamidade pública, como explica o coronel Alexandre Lucas, secretário nacional de Proteção e Defesa Civil.

TEC./SONORA: Cel. Alexandre Lucas, secretário nacional de Proteção e Defesa Civil

"O reconhecimento tem o papel de alterar processos administrativos e jurídicos e acelerar processos para a resposta ao desastre, além de permitir a liberação de uma série de recursos. Para isso, é preciso que o estado ou o município decrete a situação de emergência ou de calamidade pública e insira essa documentação no Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID). A partir disso, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) publica uma portaria e o ente federativo está apto a solicitar recursos"

LOC: O Sistema Integrado de Informações sobre Desastres, o S2iD, pode ser acessado em s2id.mi.gov.br.

Para saber mais sobre as ações do Governo Federal em Proteção e Defesa Civil, acesse mdr.gov.br.

Reportagem, Manuela Rolim