Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG
Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG

Cinco cidades brasileiras têm situação de emergência reconhecida pelo Governo Federal

Três municípios mineiros fazem parte da lista divulgada no Diário Oficial da União desta terça-feira (11)


O Governo Federal reconheceu a situação de emergência em cinco cidades brasileiras nesta terça-feira (11). A portaria com a lista dos municípios está publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Três delas estão em Minas Gerais. Aricanduva, Betim e Teófilo Otoni receberam o reconhecimento federal em decorrência das chuvas intensas que afetam o estado desde novembro. 

Já no Norte do País, as cidades de Marabá e Pau D’Arco, no Pará, também estão em situação de emergência, por conta de inundações e alagamentos.

A partir de agora, esses municípios poderão solicitar recursos ao Ministério do Desenvolvimento Regional, o MDR. 

O coronel Alexandre Lucas, secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, explica como os recursos podem ser utilizados.

"Os recursos da Defesa Civil Nacional podem ser empregados de três formas: socorro da população afetada, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação de infraestruturas danificadas pelo desastre".

As solicitações de reconhecimento de situação de emergência e de repasse de recursos devem ser feitas pelo Sistema Integrado de Informações sobre Desastres, o S2iD. A ferramenta pode ser acessada em s2id.mi.gov.br.

Para saber mais sobre as ações do Ministério do Desenvolvimento Regional em Proteção e Defesa Civil, acesse mdr.gov.br.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC: O Governo Federal reconheceu a situação de emergência em cinco cidades brasileiras nesta terça-feira, 11 de janeiro. Três delas estão em Minas Gerais. Aricanduva, Betim e Teófilo Otoni receberam o reconhecimento federal em decorrência das chuvas intensas que afetam o estado desde novembro. 

Já no Norte do País, as cidades de Marabá e Pau D’Arco, no Pará, também estão em situação de emergência, por conta de inundações e alagamentos.

A partir de agora, esses municípios poderão solicitar recursos ao Ministério do Desenvolvimento Regional, o MDR. 

O coronel Alexandre Lucas, secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, explica como os recursos podem ser utilizados.

TEC/SONORA: Alexandre Lucas 

"Os recursos da Defesa Civil Nacional podem ser empregados de três formas: socorro da população afetada, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação de infraestruturas danificadas pelo desastre".

LOC: As solicitações de reconhecimento de situação de emergência e de repasse de recursos devem ser feitas pelo Sistema Integrado de Informações sobre Desastres, o S2iD. A ferramenta pode ser acessada em s2id.mi.gov.br.

Para saber mais sobre as ações do Ministério do Desenvolvimento Regional em Proteção e Defesa Civil, acesse mdr.gov.br. 

Reportagem, Gabriela Vogado