Foto: Ministério do Desenvolvimento Regional
Foto: Ministério do Desenvolvimento Regional

Anúncio de recursos federais movimenta abertura da Semana da Mobilidade

Durante toda a semana, dentre várias atividades, serão realizados debates sobre aspectos relacionados à mobilidade urbana, com participação de representantes do governo, entidades setoriais e academia


Nesta segunda-feira (20), teve início a Semana da Mobilidade, que tem o objetivo de discutir aspectos relacionados ao tema e conscientizar a população sobre o assunto. Para isso, até a sexta-feira (24) serão realizadas atividades que deem visibilidade aos trabalhos do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). Serão debates sobre aspectos relacionados à mobilidade urbana, com participação de representantes de governo, entidades setoriais e academia. Todas as atividades serão transmitidas ao vivo pelo canal do MDR no YouTube.
 
Na cerimônia de abertura do evento, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, proferiu um discurso frisando as mudanças comportamentais da população. Segundo ele, ao longo dos anos a população tem se deslocado cada vez mais para os centros urbanos, reforçando não só a importância de se debater a questão da mobilidade urbana, como também da necessidade de investimentos no setor.
 
"A partir da década de 50 e de uma forma cada vez mais acelerada, o Brasil vem mudando o seu perfil, a exemplo de outros países do mundo. As populações rurais têm ido às cidades e isso gera toda a sorte de depressão sobre as administrações municipais”, observou.

Ensino remoto durante pandemia impactou alfabetização de crianças

BLOQUEADOS: 52 municípios não receberão parcela do FPM referente ao 2° decêndio de setembro
 
Além disso, o ministro reforçou que “é necessário termos alternativas racionais para que haja o deslocamento eficaz, com segurança, com regularidade e com conforto para as populações dos centros urbanos que precisam ir das suas residências para o trabalho ou para o lazer”, explicou.
 
A mobilidade urbana vai muito além do transporte do cidadão de um ponto para outro, destacou a secretária nacional de Mobilidade e Desenvolvimento Regional e Urbano substituta, Sandra Maria Holanda. "A mobilidade está totalmente associada a acesso a serviços de saúde, educação e à geração de empregos”, enfatizou.
 
Confira a programação completa aqui
 
Anúncios

Durante o evento, o ministro Rogério Marinho anunciou a assinatura de Decreto presidencial que institui o Fórum Consultivo de Mobilidade Urbana, publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (20). O fórum prevê a junção de entidades do setor com o objetivo de avaliar os serviços de transportes públicos urbanos e de outras iniciativas na área de mobilidade.
 
Além disso, foi anunciado que a cidade de Almirante Tamandaré (PR) vai poder financiar até R$ 7,4 milhões em recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para investir em obras de qualificação viária, por meio do Programa Avançar Cidades – Mobilidade Urbana.
 
O ministro também informou que Goiânia poderá investir até R$ 1 bilhão para a estruturação de melhorias no sistema de transporte público coletivo no Eixo Anhanguera. A capital foi pré-selecionada para aplicar os recursos em ações do Programa Avançar Cidades.
 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: O governo federal iniciou nesta segunda-feira, 20 de setembro, as atividades da Semana da Mobilidade. O evento, promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, o MDR, tem como objetivo discutir aspectos relacionados à mobilidade urbana e conscientizar a população sobre a importância do tema. Todas as atividades serão transmitidas no canal do MDR no YouTube.
 
Presente à cerimônia de abertura, Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional, disse que as mudanças comportamentais da população nas últimas décadas reforçaram a necessidade de se investir em mobilidade urbana.
 

TEC./SONORA: Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional.
 
“A partir da década de 50 e de uma forma cada vez mais acelerada, o Brasil vem mudando o seu perfil, a exemplo de outros países do mundo. As populações rurais, cada vez em maior número, têm ido às cidades e isso gera toda a sorte de problemas e pressão sobre as administrações municipais. Mais do que nunca é necessário termos alternativas racionais para que haja o deslocamento eficaz, com segurança, com regularidade e com conforto para as populações dos centros urbanos que precisam se deslocar das suas residências para o trabalho ou para o lazer.”
 

LOC.: Durante a cerimônia de abertura, o ministro Rogério Marinho anunciou a implementação do Fórum Consultivo de Mobilidade Urbana, que prevê a junção de entidades do setor com o objetivo de avaliar os serviços de transportes públicos urbanos e de outras iniciativas na área de mobilidade.
 
O ministro também anunciou a liberação de mais de 7 milhões de reais, financiados com recursos do FGTS, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, para obras de qualificação viária em Almirante Tamandaré, no Paraná.
 
Em Goiás, a capital Goiânia poderá investir cerca de 1 bilhão de reais para estruturar melhorias no sistema de transporte público coletivo no Eixo Anhanguera. Os investimentos nas duas cidades fazem parte do Programa Avançar Cidades.
 
Além disso, Marinho também anunciou que a concessionária responsável pelas linhas 8 e 9 do Sistema de Trens Metropolitanos de São Paulo terá mais de 300 milhões de reais em incentivos fiscais para expandir os serviços.
 
Para saber mais sobre as atividades da Semana de Mobilidade, acesse mdr.gov.br.