Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o radialista realize o login no site da Agência do Rádio - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 Mais não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

SAÚDE CRÔNICA: O reinado do milho e a festa junina

Para mim, o mês de Junho tem um “sabor” a mais do que o restante do ano. É quando, por todo o país, a gente tem uma vasta quantidade de festas juninas. E essa comemoração, que de tão tradicional, só perde para o carnaval como festejo preferido dos brasileiros.


Para mim, o mês de Junho tem um “sabor” a mais do que o restante do ano. É quando, por todo o país, a gente tem uma vasta quantidade de festas juninas. E essa comemoração, que de tão tradicional, só perde para o carnaval como festejo preferido dos brasileiros. 

Eu não sou professor de história, não, mas vou contar um pouco do surgimento dessa festa animada: Ela começou séculos atrás como um culto aos deuses pagãos por conta da fartura nas colheitas, e depois foi abraçado pelo catolicismo que empregou os dias santos, em especial São João – e isso tornou a festa tão famosa que é conhecida em muitos lugares como festejos de São João. Com o passar do tempo, o brasileiro foi mesclando elementos típicos do interior do país com a cultura sertaneja, e hoje nós podemos até mesmo perceber muito da cultura africana, europeia e indígena. 

Mas o que me importa mesmo não é isso. Nesse ponto, eu não sou nenhum pouco diferente da maioria! Adoro as festividades desse mês, com todo o clima interiorano e a comida típica. É... Principalmente a comida!  Nessa época, parece que vivemos um enaltecimento do milho. Sim, o milho. Esse cereal tem um verdadeiro reinado nesse período, apesar da forte concorrência do amendoim e do cocô. Quase toda culinária é baseada nos três, mas no milho é de longe o grande rei. 

Como exemplo, vou contar o que houve aqui no trabalho. O pessoal resolveu comemorar com um dia de comilança e cada um ficou responsável por trazer um prato típico. E como a comida fica melhor com o tempero caseiro, todos se empenharam na cozinha para oferecer as melhores iguarias! O resultado foi bolo de milho, pamonha, curau, canjica e pipoca. Claro que tivemos outros pratos tão tradicionais quanto esses como o cachorro-quente, paçoca e bolo de amendoim. Mas nada se compara ao reinado do milho. Mas também, que coisa boa é comer esse cereal. Além de muito gostoso, é ótimo para a saúde. 

Você sabia que o milho é uma excelente fonte de proteínas e fibras, que ajudam a manter uma alimentação saudável? E se eu te contar que também uma fonte rica em vitamina do complexo B, que dentre outras coisas ajuda a reduzir o risco de várias doenças cardiovasculares, protegendo mais o nosso coração? E por falar em evitar doenças, esse rei da festa junina também pode ajudar prevenir contra doenças do trato digestivo, controlar a diabetes e, dependendo da dieta, colabora com a perda de peso. 

Eu poderia falar mais dos benefícios do milho, mas essa conversa toda me deixou com fome, e acho que a mesa da festa junina aqui do trabalho está me chamando...  
 

Continue Lendo





Receba nossos conteúdos em primeira mão.

Para mim, o mês de Junho tem um “sabor” a mais do que o restante do ano. É quando, por todo o país, a gente tem uma vasta quantidade de festas juninas. E essa comemoração, que de tão tradicional, só perde para o carnaval como festejo preferido dos brasileiros. 

Eu não sou professor de história, não, mas vou contar um pouco do surgimento dessa festa animada: Ela começou séculos atrás como um culto aos deuses pagãos por conta da fartura nas colheitas, e depois foi abraçado pelo catolicismo que empregou os dias santos, em especial São João – e isso tornou a festa tão famosa que é conhecida em muitos lugares como festejos de São João. Com o passar do tempo, o brasileiro foi mesclando elementos típicos do interior do país com a cultura sertaneja, e hoje nós podemos até mesmo perceber muito da cultura africana, europeia e indígena. 

Mas o que me importa mesmo não é isso. Nesse ponto, eu não sou nenhum pouco diferente da maioria! Adoro as festividades desse mês, com todo o clima interiorano e a comida típica. É... Principalmente a comida!  Nessa época, parece que vivemos um enaltecimento do milho. Sim, o milho. Esse cereal tem um verdadeiro reinado nesse período, apesar da forte concorrência do amendoim e do cocô. Quase toda culinária é baseada nos três, mas no milho é de longe o grande rei. 

Como exemplo, vou contar o que houve aqui no trabalho. O pessoal resolveu comemorar com um dia de comilança e cada um ficou responsável por trazer um prato típico. E como a comida fica melhor com o tempero caseiro, todos se empenharam na cozinha para oferecer as melhores iguarias! O resultado foi bolo de milho, pamonha, curau, canjica e pipoca. Claro que tivemos outros pratos tão tradicionais quanto esses como o cachorro-quente, paçoca e bolo de amendoim. Mas nada se compara ao reinado do milho. Mas também, que coisa boa é comer esse cereal. Além de muito gostoso, é ótimo para a saúde. 

Você sabia que o milho é uma excelente fonte de proteínas e fibras, que ajudam a manter uma alimentação saudável? E se eu te contar que também uma fonte rica em vitamina do complexo B, que dentre outras coisas ajuda a reduzir o risco de várias doenças cardiovasculares, protegendo mais o nosso coração? E por falar em evitar doenças, esse rei da festa junina também pode ajudar prevenir contra doenças do trato digestivo, controlar a diabetes e, dependendo da dieta, colabora com a perda de peso. 

Eu poderia falar mais dos benefícios do milho, mas essa conversa toda me deixou com fome, e acho que a mesa da festa junina aqui do trabalho está me chamando...