FESTAS: Ministério da Saúde alerta sobre o uso de preservativo no período de fim de ano

Em todo o país, o período de fim de ano é marcado por muitas festas e diversão e para aproveitar as comemorações é importante lembrar do uso do preservativo. De acordo com o Ministério da Saúde, no Brasil a incidência de casos de doenças sexualmente transmissíveis aumenta principalmente no período de festas populares. Por isso a forma mais eficiente de prevenção é o uso da camisinha.

SalvarSalvar imagem

Tempo de áudio - 1min32seg

REPÓRTER: Em todo o país, o período de fim de ano é marcado por muitas festas e diversão e para aproveitar as comemorações é importante lembrar do uso do preservativo. De acordo com o Ministério da Saúde, no Brasil, a incidência de casos de doenças sexualmente transmissíveis aumenta principalmente no período de festas populares. Por isso a forma mais eficiente de prevenção é o uso da camisinha. É o que explica o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa.

SONORA: secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde - Jarbas Barbosa.

"Viver com aids é possível, a gente pode garantir a qualidade de vida, mas é muito melhor viver sem aids. Em qualquer lugar desse país, se lembre de ter camisinha porque pode rolar e, se rolar, você vai fazer protegido sem ter nenhum problema depois. Aproveitem bem e viva essa luta nossa contra a Aids".

REPÓRTER: O analista de redes sociais de 24 anos, George Marques, sabe da importância de usar o preservativo.

SONORA: analista de redes sociais - George Marques

"Eu acho muito importante a gente levar camisinha para todos os lugares. Até porque é algo tão leve, não tem peso, não incomoda. Às vezes o sexo não tem hora marcada. Melhor prevenir não só uma gravidez precoce, mas como também alguma DST. Então eu estou sempre nessa que prevenir é melhor que remediar".

REPÓRTER: O Ministério da Saúde já encaminhou cerca de 104 milhões de preservativos para os estados brasileiros. A camisinha é distribuída de graça nas unidades básicas de saúde em todo o país. Para saber mais, acesse o site do Ministério de Saúde: www.saude.gov.br.

Reportagem, Karina Chagas

Receba nossos conteúdos em primeira mão.