ECONOMIA: Lei permite liberação de R$ 3 bilhões para órgãos nacionais e internacionais

Objetivo é pagar a participação brasileira em programas e ações de organizações 

Salvar imagem

 
REPÓRTER: O presidente Michel Temer sancionou uma lei que permite ao governo liberar três bilhões de reais em recursos do Tesouro Nacional. O objetivo é pagar a participação brasileira em programas e ações de organismos e entidades nacionais e internacionais. A sanção foi publicada na edição do Diário Oficial da União de sexta-feira (21).
 
Entre as entidades que vão receber esses recursos estão a Organização das Nações Unidas, o Fundo Global para o Meio Ambiente; a Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura, além de outras organizações, como o Centro Panamericano de Febre Aftosa.
 
Os recursos aplicados vão ter origem do superávit financeiro que foi apurado em 2015. Dos três bilhões previstos na lei, 2,5 bilhões de reais serão recursos ordinários e 500 milhões serão da remuneração das disponibilidades do Tesouro Nacional.  
 

 

Reportagem, Bruna Goularte

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.