Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o radialista realize o login no site da Agência do Rádio - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 Mais não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

Créditos: Fernando Frazão / Agência Brasil

Chuvas atingem SP e RJ e causam mortes e danos

Na cidade paulista de Mauá, quatro crianças morreram com deslizamento de terra


As chuvas atingiram os estados de Rio de Janeiro e São Paulo neste fim de semana e causaram problemas sérios em pontos distintos dos dois estados.

Em São Paulo, cidades do litoral e municípios da grande São Paulo sofreram com fortes chuvas durante todo o fim de semana. Em Mauá, na região do ABC Paulista, um dos casos mais críticos. Quatro crianças morreram vítimas de um deslizamento de terra. Três pessoas estão feridas. A defesa civil interditou 24 casas que corriam riscos de serem atingidas por novos deslizamentos.

A cidade de São Caetano, próxima de Mauá, também foi atingida pela chuva forte. Um concurso público que seria feito neste domingo teve que ser cancelado. 

Em Peruíbe, no litoral, a água invadiu cerca de 46 casas e deixou ao menos 75 pessoas desabrigadas. Elas foram levadas em barcos e botes até abrigos. Guarujá, Mongaguá e Praia Grande estão em estado de atenção devido ao grande volume de chuvas registrado.

No Rio de Janeiro, as chuvas do domingo causaram alagamento e queda de árvores, atrapalhando o trânsito carioca. As regiões mais afetadas foram a Zona Norte, em bairros como Méier, São Cristóvão, Tijuca e Penha, entre outros, e na Zona Oeste, nos bairros de Bangu, Barra da Tijuca, Jacarepaguá e Grota Funda.

No dia 6 de fevereiros, uma forte chuva atingiu a capital e sete pessoas acabaram morrendo na capital carioca.
 

Continue Lendo





Receba nossos conteúdos em primeira mão.

As chuvas atingiram os estados de Rio de Janeiro e São Paulo neste fim de semana e causaram problemas sérios em pontos distintos dos dois estados.

Em São Paulo, cidades do litoral e municípios da grande São Paulo sofreram com fortes chuvas durante todo o fim de semana. Em Mauá, na região do ABC Paulista, um dos casos mais críticos. Quatro crianças morreram vítimas de um deslizamento de terra. Três pessoas estão feridas. A defesa civil interditou 24 casas que corriam riscos de serem atingidas por novos deslizamentos.

A cidade de São Caetano, próxima de Mauá, também foi atingida pela chuva forte. Um concurso público que seria feito neste domingo teve que ser cancelado. 
Em Peruíbe, no litoral, a água invadiu cerca de 46 casas e deixou ao menos 75 pessoas desabrigadas. Elas foram levadas em barcos e botes até abrigos. Guarujá, Mongaguá e Praia Grande estão em estado de atenção devido ao grande volume de chuvas registrado.

No Rio de Janeiro, as chuvas do domingo causaram alagamento e queda de árvores, atrapalhando o trânsito carioca. As regiões mais afetadas foram a Zona Norte, em bairros como Méier, São Cristóvão, Tijuca e Penha, entre outros, e na Zona Oeste, nos bairros de Bangu, Barra da Tijuca, Jacarepaguá e Grota Funda.

No dia 6 de fevereiros, uma forte chuva atingiu a capital e sete pessoas acabaram morrendo na capital carioca.

Reportagem, Raphael Costa