Foto: Vicenzo Berti/Secom UFSC
Foto: Vicenzo Berti/Secom UFSC

UFSC testará efeitos da Cannabis em profissionais de saúde

Recrutamento já está aberto e pesquisa será iniciada em agosto


A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) realizará nos próximos meses a maior pesquisa já feita no país para avaliar os efeitos da cannabis no tratamento de transtornos de humor. Os testes serão feitos em 300 enfermeiros e médicos que trabalham na linha de frente do enfrentamento à Covid-19.

A pesquisa foi aprovada nesta semana pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos (CEPSH) da universidade. Os estudos vão seguir critérios científicos rigorosos entre eles a utilização de placebo. Nem os pesquisadores nem os voluntários saberão se vão receber o medicamento a base de cannabis ou uma substância sem nenhum efeito. 

Os medicamentos à base de maconha serão produzidos Associação Brasileira de Apoio a Cannabis Esperança (ABRACE), localizada em João Pessoa (PB). O recrutamento ocorrerá durante o mês de julho e os testes começam em agotso. Para mais informações, acesse: abraceesperanca.org.br/home/
 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) realizará nos próximos meses a maior pesquisa já feita no país para avaliar os efeitos da cannabis no tratamento de transtornos de humor. Os testes serão feitos em 300 enfermeiros e médicos que trabalham na linha de frente do enfrentamento à Covid-19.

A pesquisa foi aprovada nesta semana pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos (CEPSH) da universidade. Os estudos vão seguir critérios científicos rigorosos entre eles a utilização de placebo. Nem os pesquisadores nem os voluntários saberão se vão receber o medicamento a base de cannabis ou uma substância sem nenhum efeito. 

Os medicamentos à base de maconha serão produzidos Associação Brasileira de Apoio a Cannabis Esperança (ABRACE), localizada em João Pessoa (PB). O recrutamento ocorrerá durante o mês de julho e os testes começam em agotso. Para mais informações, acesse: abraceesperanca.org.br/home/
 

Reportagem, Paulo Oliveira