Foto: MDR/divulgação
Foto: MDR/divulgação

São Paulo (SP) vai receber R$ 2,3 milhões do Governo Federal para obras de saneamento

Recursos serão usados em serviços de manejo de águas pluviais, com obras de canalização de córrego e implantação de reservatórios de amortecimento


A cidade de São Paulo vai receber  R$ 2,3 milhões do Governo Federal para investir em saneamento básico. Os recursos serão utilizados em obras de canalização de córrego, na construção de um reservatório de amortecimento e na instalação de galerias de água no Córrego Ipiranga.

No total, as ações vão beneficiar mais de 55 mil famílias da capital paulista. Além disso, cerca de 9 mil empregos serão gerados com as obras. 

Pedro Maranhão, secretário Nacional de Saneamento do Ministério do Desenvolvimento Regional, o MDR, aponta os benefícios da continuidade das obras do setor.
“São investimentos em esgotamento sanitário e drenagem urbana que trazem mais saúde e qualidade de vida à população e ganhos ambientais inestimáveis às nossas cidades”.

Desde janeiro, quase  R$ 300 milhões foram repassados pelo MDR para garantir a continuidade de empreendimentos de saneamento básico pelo País. Além disso, mais de  R$ 1 bilhão foram assegurados para financiamentos por meio do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, o FGTS, e de outros fundos.

Para saber mais sobre ações em saneamento básico do Ministério do Desenvolvimento Regional, acesse: mdr.gov.br.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC: A cidade de São Paulo vai receber cerca de 2 milhões e 300 mil reais do Governo Federal para investir em saneamento básico. Os recursos serão utilizados em obras de canalização de córrego, na construção de um reservatório de amortecimento e na instalação de galerias de água no Córrego Ipiranga.

No total, as ações vão beneficiar mais de 55 mil famílias da capital paulista. Além disso, cerca de 9 mil empregos serão gerados com as obras. 

Pedro Maranhão, secretário Nacional de Saneamento do Ministério do Desenvolvimento Regional, o MDR, aponta os benefícios da continuidade das obras do setor.

SONORA DO SECRETÁRIO PEDRO MARANHÃO

“São investimentos em esgotamento sanitário e drenagem urbana que trazem mais saúde e qualidade de vida à população e ganhos ambientais inestimáveis às nossas cidades”.

LOC: Desde janeiro, quase 300 milhões de reais foram repassados pelo MDR para garantir a continuidade de empreendimentos de saneamento básico pelo País. Além disso, mais de 1 bilhão foram assegurados para financiamentos por meio do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, o FGTS, e de outros fundos.

Para saber mais sobre ações em saneamento básico do Ministério do Desenvolvimento Regional, acesse: mdr.gov.br.

Reportagem, Roberta Camargo