Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Operação Eleições 2022: 920 crimes eleitorais registrados e 287 pessoas presas, segundo Ministério da Justiça

Segundo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), cerca de 0,6% das urnas foram substituídas, totalizando 3.222 em todo o país


A Operação Eleições 2022 registrou 920 crimes eleitorais em todo o país, neste domingo (2), até às 18h15. De acordo com boletim do Ministério da Justiça e Segurança Pública, foram 310 casos de boca de urna, 60 de compra de votos/corrupção eleitoral, 55 violações ou tentativas de violar o sigilo do voto e 44 ocorrências de transporte ilegal de eleitores. 

Ao todo, 287 pessoas foram presas apenas neste domingo. A operação apreendeu mais de R$ 117 mil e 11 armas de fogo. A pasta confirma 88 incidentes de segurança pública e defesa civil e 29 casos de queda de energia elétrica, sendo 11 somente no estado de Minas Gerais. 

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), das 472.075 urnas de votação, 0,6%, ou 3.222, foram substituídas no Brasil. A corte disse que recebeu 4.872 denúncias de propaganda eleitoral irregular, encaminhadas por meio do aplicativo Pardal, até às 17h deste domingo. 

Operação

A Operação Eleições 2022 visou garantir a segurança dos brasileiros durante a votação. Ela é composta por representantes dos 26 estados e do Distrito Federal, do TSE, das polícias Federal, Civil e Militar, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), dos Corpos de Bombeiros Militares, do Ministério da Defesa, da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), das Secretarias de Segurança Pública e Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec). 

Segundo o Ministério da Justiça, cerca de 500 mil agentes de segurança pública foram mobilizados neste primeiro turno. A operação conta com 70 mil viaturas, três aeronaves e nove embarcações de prontidão. 
 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Quase mil crimes eleitorais foram registrados neste domingo (2), de acordo com a Operação Eleições 2022. Segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública, foram 310 casos de boca de urna, 60 de compra de votos oucorrupção eleitoral, 55 violações ou tentativas de violar o sigilo do voto e 44 ocorrências de transporte ilegal de eleitores. 

Ao todo, 287 pessoas foram presas apenas neste domingo. A operação apreendeu mais de R$ 117 mil e 11 armas de fogo. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), das mais de 472 mil urnas de votação, 0,6%, ou 3.222, foram substituídas no Brasil. 

Reportagem, Felipe Moura.