Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Inscrições para o ProUni começam na terça-feira (28)

As inscrições estarão abertas até sexta-feira (3). O resultado será divulgado no dia 7 de março


Começa na terça-feira (28) o período de inscrições para a primeira seleção do Programa Universidade Para Todos (Prouni). O prazo fica aberto até a próxima sexta-feira (3). O resultado será divulgado no dia 7 de março.

A inscrição é gratuita e feita somente pela internet, no Portal Acesso Único. Serão ofertadas 288.112 bolsas, das quais, 209.758 integrais e 78.354 parciais (50% do valor da mensalidade do curso).

Inscrições para Sisu, Prouni e Fies começam em fevereiro; acompanhe o cronograma

Para se inscrever, é necessário ter realizado pelo menos uma das duas últimas edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), alcançado pelo menos 450 pontos de média nas notas das cinco provas do exame, além de não zerar a redação e não ter participado como "treineiro".

Para obter uma bolsa integral, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio; ou de até 3 salários mínimos para a bolsa parcial.

Confira o cronograma:

  • Inscrições: 28 de fevereiro a 3 de março
  • Resultado da 1ª chamada: 7 de março
  • Comprovação de informações da 1ª chamada: 7 a 16 de março
  • Resultado da 2ª chamada: 21 de março
  • Comprovação de informações da 2ª chamada: 21 a 30 de março
  • Lista de espera
  • Prazo para participar: 5 e 6 de abril
  • Divulgação: 10 de abril
  • Comprovação de informações: 10 a 19 de abril

Veja o número de bolsas por tipo e por unidade da Federação:

Imagem: Ministério da Educação

Fernando Oliveira, estudante, foi contemplado com a bolsa integral do Prouni. Formado em Engenharia Civil pela Universidade Guarulhos (UNG) desde 2022, ele afirma que não teria conseguido cursar o ensino superior sem o programa. “Eu acho o Prouni um programa importante porque é uma forma de minimizar as desigualdades sociais e foi através dele que eu consegui me formar”.

Já Isabella Camargo seguiu os passos do pai, que também se formou no ensino superior pelo Prouni. “Eu fui fazer uma pesquisa sobre quais seriam as melhores faculdades que teriam o melhor curso de Psicologia. E enquanto pessoa de baixa renda, eu jamais teria dinheiro para pagar a mensalidade das universidades que eu me deparei ali”, explica.

Atualmente, Isabella está cursando o oitavo semestre de Psicologia na Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, com bolsa integral. “Durante todos esses anos eu tive a oportunidade de ter acesso a um mundo completamente diferente do meu. Com muitas oportunidades que eu jamais teria senão fosse pelo Prouni”.

Para ela, o programa é o primeiro passo para que pessoas de baixa renda possam ter a possibilidade de sonhar e o acesso a uma educação de qualidade.

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Começa na terça-feira (28) o período de inscrições para a primeira seleção do Programa Universidade Para Todos (Prouni). O prazo fica aberto até a próxima sexta-feira (3) e o resultado será divulgado no dia 7 de março. A inscrição é gratuita e feita somente pela internet, no acessounico.mec.gov.br.

O estudante Fernando Oliveira foi contemplado com a bolsa integral do Prouni. Formado em Engenharia Civil pela Universidade Guarulhos desde 2022, ele afirma que não teria conseguido cursar o ensino superior sem o programa.

TEC./SONORA: Fernando Oliveira, estudante

“Eu acho o Prouni um programa importante porque é uma forma de minimizar as desigualdades sociais e foi através dele que eu consegui me formar.”


LOC.: Já a estudante Isabella Camargo seguiu os passos do pai, que também se formou no ensino superior pelo Prouni. Ela  está cursando o oitavo semestre de Psicologia na Universidade Presbiteriana Mackenzie, com bolsa integral.

TEC./SONORA: Isabella Camargo, estudante

“Eu fui fazer uma pesquisa sobre quais seriam as melhores faculdades que teriam o melhor curso de Psicologia. E enquanto pessoa de baixa renda, eu jamais teria dinheiro pra pagar a mensalidade das universidades que eu me deparei ali.”


LOC.: Para se inscrever, é necessário ter realizado pelo menos uma das duas últimas edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), alcançado pelo menos 450 pontos de média nas notas das cinco provas do exame, além de não zerar a redação e não ter participado como treineiro.

Para obter uma bolsa integral, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio; ou de até 3 salários mínimos para a bolsa parcial.

Reportagem, Nathália Guimarães