Foto: Dr. Ajuda. Reprodução/YouTube
Foto: Dr. Ajuda. Reprodução/YouTube

HPV: quais doenças está associado e como previnir

Neste episódio, a Dra. Helena Rangel dará mais detalhes sobre o assunto

Salvar imagem

HPV é um vírus chamado Papiloma vírus humano responsável pela infecção sexualmente transmitida mais comum em todo o mundo. Grande parte da população tem HPV, alguns com sintomas e outros nem sabem que tem! Só para você ter uma ideia estima-se que, considerando população em geral, uma em cada 4 mulheres tem HPV. Nos homens é o dobro: Um em cada 2 tem o vírus. Se avaliarmos a população sexualmente ativa esse número chega a mais de 80%.

A maioria das infecções é transitória sendo combatida espontaneamente pelo sistema imune que é o seu sistema de defesa. Nesses casos há regressão da infecção entre seis meses a dois anos após a exposição, principalmente entre as mulheres mais jovens. 

 

O HPV pode se manifestar como lesões benignas como verrugas pequenas e imperceptíveis, crista de galo, figueira, couve-flor ou condilomas; sendo os locais mais comuns de aparecimento a vulva, vagina, colo de útero, região perianal, ânus, pênis (geralmente na glande), bolsa escrotal e/ou região pubiana. 

O HPV tem relação com quase 100% dos casos de câncer de colo do útero; 85% dos casos de câncer de ânus; 35% de orofaringe; e 23% de boca. Que fique claro: a maioria das pessoas com HPV não terá Câncer! Dentre as pessoas que tem HPV e que evoluem com Câncer isso não acontece do dia para noite, essa evolução não é rápida, normalmente entre a infecção e o início da doença demora mais de 10 anos.

Existe várias maneiras de prevenção, a primeira e mais importante é vacinação. Existem diferentes tipos de vacina para o HPV que protegem contra 2 a 9 desses tipos sendo capaz de prevenir até 90% dos Cânceres de colo de útero. Essas vacinas são recomendadas para meninas a partir de 9 anos e meninos a partir dos 11 anos; idade com alta taxa de resposta em que meninos e meninas normalmente não tiveram atividade sexual e, portanto, não tiveram contato com o vírus. É recomendada também para pacientes com alguma imunodepressão como paciente oncológicos, transplantados ou que vivem com HIV/AIDS. A segunda forma de prevenção, é usar preservativo nas relações sexuais e a terceira é comportamental: evitar ter múltiplos parceiros.

 

Como saber se possui HPV?

 

Se você tem as doenças associadas ao HPV como verrugas ou os Cânceres que falei é muito provável que tenha HPV. Isso vale para as lesões pré-malignas identificadas no rastreamento do câncer de colo de útero. É possível também saber por meio de pesquisa de HPV no colo de útero usados em alguns casos como parte do rastreamento. 

 

Qual o tratamento do HPV?

 

O que temos são tratamentos para tratar as doenças que o HPV pode causar. Você pode tratar as verrugas quando essas surgirem e deve ficar atento aos Canceres relacionados ao HPV para descobrir e tratar o mais precoce possível. Se você notou alguma lesão suspeita, está nos grupos indicados para vacina e rastreamento ou tem alguma dúvida sobre isso não deixe de procurar o médico que pode ser um Clínico Geral, Infectologista, Ginecologista ou urologista.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.