Foto: Divulgação/CBTU
Foto: Divulgação/CBTU

Governo Federal vai investir R$ 9 milhões em obras da CBTU da Grande Natal

Os recursos vão ser aplicados na construção da Linha Branca da CBTU, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos


O Governo Federal vai investir mais 9 milhões de reais para a ampliar o sistema de transporte público sobre trilhos na Região Metropolitana de Natal, no Rio Grande do Norte. Os recursos vão ser aplicados na construção da Linha Branca da CBTU, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, destacou que, a partir da operacionalização de toda a Linha Branca, haverá redução de custos para os usuários do transporte público no deslocamento até a capital Natal.

"Hoje, o cara que faz esse trajeto gasta R$ 12. Ida e volta. Ele vai passar a gastar R$ 5, menos da metade, quando isso aqui estiver pronto. Isso aqui revoluciona, isso aqui muda a vida de uma família. Isso, em um orçamento familiar, significa muito. E reduz o tempo de deslocamento. É aquela mãe, é aquele pai, que vão passar a ter alguns minutos a mais com seu filho no final do dia".

Além dos investimentos para a Linha Branca, outros 20 milhões serão investidos para o custeio das operações da CBTU nas Regiões Metropolitanas de Natal, Recife, Belo Horizonte, Maceió e João Pessoa.

Também nesta sexta-feira, em Parnamirim, foi autorizada a liberação de mais de 2 milhões de reais para obras de mobilidade urbana e infraestrutura no município. Os recursos serão destinados à duplicação de uma rodovia e à construção de uma estrada vicinal e de três mercados públicos. No total, serão destinados 10 milhões de reais para essas ações.

O ministro Daniel Ferreira detalha o alcance das intervenções que serão feitas.

"É uma obra que reduz tempo de deslocamento, dá mobilidade para as pessoas, deixa a produção escoar com mais facilidade e faz o município ir para a frente, faz desenvolvimento regional. Isso é desenvolvimento regional".

Para saber mais sobre essas e outras ações de mobilidade urbana e desenvolvimento regional do Governo Federal, acesse mdr.gov.br.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC: O Governo Federal vai investir mais 9 milhões de reais para a ampliar o sistema de transporte público sobre trilhos na Região Metropolitana de Natal, no Rio Grande do Norte. Os recursos vão ser aplicados na construção da Linha Branca da CBTU, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, destacou que, a partir da operacionalização de toda a Linha Branca, haverá redução de custos para os usuários do transporte público no deslocamento até a capital Natal.

TEC/SONORA: Daniel Ferreira 

"Hoje, o cara que faz esse trajeto gasta R$ 12. Ida e volta. Ele vai passar a gastar R$ 5, menos da metade, quando isso aqui estiver pronto. Isso aqui revoluciona, isso aqui muda a vida de uma família. Isso, em um orçamento familiar, significa muito. E reduz o tempo de deslocamento. É aquela mãe, é aquele pai, que vão passar a ter alguns minutos a mais com seu filho no final do dia".

LOC: Além dos investimentos para a Linha Branca, outros 20 milhões serão investidos para o custeio das operações da CBTU nas Regiões Metropolitanas de Natal, Recife, Belo Horizonte, Maceió e João Pessoa.

Também nesta sexta-feira, em Parnamirim, foi autorizada a liberação de mais de 2 milhões de reais para obras de mobilidade urbana e infraestrutura no município. Os recursos serão destinados à duplicação de uma rodovia e à construção de uma estrada vicinal e de três mercados públicos. No total, serão destinados 10 milhões de reais para essas ações.

O ministro Daniel Ferreira detalha o alcance das intervenções que serão feitas.

TEC/SONORA: Daniel Ferreira 

"É uma obra que reduz tempo de deslocamento, dá mobilidade para as pessoas, deixa a produção escoar com mais facilidade e faz o município ir para a frente, faz desenvolvimento regional. Isso é desenvolvimento regional".

LOC: Para saber mais sobre essas e outras ações de mobilidade urbana e desenvolvimento regional do Governo Federal, acesse mdr.gov.br.

Reportagem, Vicente Melo