Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

FGTS: Caixa inicia pagamento do saque extraordinário nesta quarta-feira (20)

Trabalhadores nascidos em janeiro serão os primeiros a receber os recursos na Conta Poupança Social Digital. De acordo com a Caixa Econômica Federal cerca de 42 milhões de trabalhadores terão direito ao saque, que será feito de forma escalonada até 15 de junho


Nesta quarta-feira (20), a Caixa Econômica Federal inicia o pagamento do saque extraordinário de até R$ 1 mil das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). De acordo com a instituição financeira, cerca de 42 milhões de trabalhadores terão direito ao saque. Em todo o calendário de pagamento, a Caixa informa que serão liberados cerca de R$ 30 bilhões.

A liberação do dinheiro será feita para todos os trabalhadores que tenham saldo em contas ativas ou inativas no FGTS. Pelo calendário, os trabalhadores nascidos em janeiro serão os primeiros a sacar o dinheiro, seguindo de forma escalonada até 15 de junho, quando os nascidos em dezembro poderão sacar.

Saque extraordinário do FGTS: Calendário 

O valor do saque leva em consideração a soma dos saldos disponíveis nas contas do FGTS de cada trabalhador. Quem tiver mais de R$ 1 mil nas contas, poderá sacar apenas apenas os R$ 1 mil. Quem tiver menos desta quantia receberá todo o valor que estiver no fundo.

Na data disponível para saque, os valores serão creditados na poupança social digital. Pelo aplicativo Caixa Tem, é possível fazer a movimentação dos valores digitalmente, como transferências, Pix, pagamento de boletos e contas ou utilizar o cartão de débito virtual e QR Code para fazer compras em estabelecimentos.

Os saques não são obrigatórios. A economista Catharina Sacerdote explica se vale a pena sacar o dinheiro e o que pode ser feito com ele. “Aquela pessoa que não tem uma dívida ou não tem algo necessário para comprar para si ou sua família, vale a pena efetuar o saque e partir para algum tipo de investimento”.

O bancário Ivanaldo Rodrigues da Silva, de 54 anos, conta o que fará com o dinheiro do FGTS. “Eu vou realizar o saque extraordinário do Fundo de Garantia e vou destinar para comprar comida”, conta o morador da cidade do Rio de Janeiro.

Mas de acordo com Catharina, quem tem dívidas, deve direcionar o valor recebido para quitar seus débitos. "Quem tem dívidas é óbvio que deve direcionar esse recurso para quitar, antecipar, reduzir e pagar o menor juros possível nesse momento”.

Saque extraordinário do FGTS: consulta

Para saber se receberá automaticamente o dinheiro, o trabalhador precisa fazer uma consulta. O processo pode ser feito pelo aplicativo FGTS, seguindo os  seguintes passos:

  • Preencher o CPF e senha;

  • Responder um questionário de segurança;
  • Ler e aceitar as condições de serviço;
  • Clicar em  Saque Extraordinário.


Outro ponto a que o trabalhador precisa ficar atento é a retirada do dinheiro. Os recursos estarão disponíveis até 15 de dezembro e voltarão para a conta vinculada do FGTS depois dessa data, caso o dinheiro não seja gasto, retirado ou transferido para uma conta corrente.

Saque extraordinário: Programa Renda e Oportunidade


O saque extraordinário faz parte do Programa Renda e Oportunidade e foi garantido por meio de uma medida provisória assinada pelo Presidente Jair Bolsonaro, no dia 17 de março.

O programa do Governo Federal inclui ainda a antecipação do 13º para aposentados e pensionistas do INSS, crédito para microempreendedores, empréstimos consignados para quem recebe benefícios assistenciais, como o Auxílio Brasil Segundo estimativas do governo, esse pacto de ações deverá injetar mais de R$ 160 bilhões na economia.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

 

LOC.: A Caixa Econômica Federal inicia, nesta quarta-feira, 20 de abril, os pagamentos do saque extraordinário de até mil reais das contas do FGTS. Os primeiros a receber na Conta Poupança Social Digital são os trabalhadores nascidos em janeiro. 

Em todo o calendário de pagamento, que será escalonado, conforme o mês de nascimento do trabalhador, a Caixa informa que serão liberados cerca de 30 bilhões de reais a cerca de 42 milhões de pessoas.

A liberação do dinheiro será feita para todos os trabalhadores que tenham saldo em contas ativas ou inativas no FGTS. 

O valor do saque leva em consideração a soma dos saldos disponíveis nas contas do FGTS de cada trabalhador. Ou seja, quem tiver mais de mil reais nas contas poderá sacar apenas mil reais. E quem tiver menos do que essa quantia vai receber todo o valor que estiver no fundo. 

A economista, Catharina Sacerdote, explica o que pode ser feito com esse dinheiro e se vale a pena sacá-lo.

TEC./SONORA: Catharina Sacerdote, economista 
“Aquela pessoa que não tem uma dívida ou não tem algo necessário para comprar para si ou sua família, vale muito a pena efetuar o saque e partir para algum tipo de investimento."

LOC.: O bancário Ivanaldo Rodrigues da Silva, morador da cidade do Rio de Janeiro, conta o que fará com o valor:

 

TEC./SONORA: Ivanaldo Rodrigues da Silva, bancário
“Eu vou realizar o saque extraordinário do Fundo de Garantia e vou destinar para comprar comida. Eu não sei dizer qual é a data que eu posso sacar dinheiro.”

LOC.: Outro ponto a que o trabalhador precisa ficar atento é a retirada do dinheiro. Os recursos estarão disponíveis até 15 de dezembro e depois dessa data voltarão para a conta vinculada do FGTS, caso o dinheiro não seja gasto, retirado ou transferido para uma conta corrente.

Para consultar a data prevista para o pagamento e o valor a ser creditado, o trabalhador deverá acessar o aplicativo para smartphones App FGTS. Pela página fgts.caixa.gov.br, é possível consultar se o trabalhador tem direito ao saque extraordinário.

Reportagem, Gabriel Campos