Foto: Codevasf/Divulgação
Foto: Codevasf/Divulgação

Codevasf lança mais de 400 mil alevinos no rio São Francisco, em Sergipe

A iniciativa contribui para a recomposição da fauna pesqueira e para a revitalização da bacia hidrográfica do Velho Chico


Desde o início de 2022, a A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), lançou cerca de 400 mil alevinos de espécies nativas, na parte do rio São Francisco, que corta o estado de Sergipe. A iniciativa contribui para a recomposição da fauna pesqueira e para a revitalização da bacia hidrográfica do Velho Chico.

Governo Federal destina R$ 3,79 milhões para ações de resposta a temporais em municípios da Bahia, Minas Gerais e Pará

Defesa Civil Nacional alerta para chuvas intensas na Região Sudeste nos próximos dias

Nas ações de peixamento, realizadas nos municípios de Neópolis, Santana do São Francisco, Gararu Ilha das Flores e Propriá, foram lançados alevinos das espécies de Curimatã e Pacamã. Os peixes foram produzidos no Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura do Betume (CIB), unidade mantida pela Codevasf na zona rural de Neópolis.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Desde o início de 2022, a A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), lançou cerca de 400 mil alevinos de espécies nativas, na parte do rio São Francisco, que corta o estado de Sergipe. A iniciativa contribui para a recomposição da fauna pesqueira e para a revitalização da bacia hidrográfica do Velho Chico.

Nas ações de peixamento, realizadas nos municípios de Neópolis, Santana do São Francisco, Gararu Ilha das Flores e Propriá, foram lançados alevinos das espécies de Curimatã e Pacamã. Os peixes foram produzidos no Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura do Betume (CIB), unidade mantida pela Codevasf na zona rural de Neópolis.

Reportagem, Daniel Lansky