RIO GRANDE DO NORTE: Cerca de 47 mil gestantes passam a receber vacina contra coqueluche

RIO GRANDE DO NORTE: Cerca de 47 mil gestantes passam a receber vacina contra coqueluche

SalvarSalvar imagem

Tempo de áudio – 01'53''

REPÓRTER: O estado do Rio Grande do Norte está vacinando as grávidas contra a coqueluche. A vacina dTpa foi introduzida esta semana no Calendário Nacional de Vacinação pelo Sistema Único de Saúde e vai beneficiar cerca de 47 mil gestantes em todo o estado. Entre 2011 e 2013 foram registrados mais de 322 casos da doença no Rio Grande do Norte. O objetivo da vacina contra a coqueluche é reduzir a incidência e a mortalidade causada pela doença entre os recém-nascidos, conforme explica o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

SONORA: ministro da Saúde - Arthur Chioro

"A coqueluche se manifesta de maneira mais grave entre os bebês até seis meses de vida e é por isso que é fundamental ele receber da sua mãe a defesa contra a coqueluche, enquanto o seu organismo vai sendo estimulado através da vacinação, que ele começa a receber pelo calendário a partir do segundo mês de vida, para que ele possa formar as suas próprias células de defesa, seus anticorpos que vão lhe proteger contra a coqueluche". 

REPÓRTER: De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina dTpa é segura tanto para a mãe quanto para o bebê e protege contra coqueluche, difteria e tétano. A coordenadora estadual de imunização do estado do Rio Grande do Norte, Francisca Santos, fala como está sendo a vacinação no estado.

SONORA: coordenadora do programa estadual de imunizações do Rio Grande do Norte, Francisca Santos

"Nós temos tido uma boa aceitação e estamos conseguindo fazer com que a gestante procure essa vacina e que recebam as suas doses, recebendo também a orientação com relação a todas as outras informações de pré-natal."

REPÓRTER: A vacina dTpa, contra coqueluche, vai imunizar quase três milhões de gestantes e mais de 300 mil profissionais de saúde que têm contato com recém-nascidos. A vacina já está disponível nos postos de saúde da rede pública de saúde. Para saber mais sobre a vacina contra a coqueluche, acesse: www.saude.gov.br

Reportagem, Victor Maciel

Receba nossos conteúdos em primeira mão.