RIACHO DOS CAVALOS (PB): Município da Paraíba tem risco de epidemia de dengue

A cidade de Riacho dos Cavalos, no estado da Paraíba, está em situação de risco para a ocorrência de epidemia de dengue. Isso porque atualmente, mais de 10% dos imóveis da cidade, têm larvas do mosquito transmissor da doença. O dado é do último LIRAa, Levantamento Rápido do Índice de Infestação pelo Aedes Aegypti, realizado pelo Ministério da Saúde.

Salvar imagem

Tempo de áudio - 02'12''

REPÓRTER: A cidade de Riacho dos Cavalos, no estado da Paraíba, está em situação de risco para a ocorrência de epidemia de dengue. Isso porque atualmente, mais de 10% dos imóveis da cidade, têm larvas do mosquito transmissor da doença. O dado é do último LIRAa, Levantamento Rápido do Índice de Infestação pelo Aedes Aegypti, realizado pelo Ministério da Saúde. De acordo com o supervisor de combate e controle de endemias do município de Riacho dos Cavalos, Leonardo Veras de Sousa, destaca que o município está realizando ações como a conscientização da população para combater a dengue.

SONORA: supervisor de combate e controle de endemias de Riacho dos Cavalos (PB) - Leonardo Veras de Sousa

"A gente trabalha com a conscientização da população, através do contato diário, a gente anda de casa a casa, tentando convencer a população a tampar tonéis, cobrir com plástico, amarrar os tonéis e também trabalha de outra forma, o combate efetivo. A gente trabalha todos os dias inspecionando depósitos, caixas d'agua, tambores, tanques e ao identificarmos esse depósito como positivo, a gente faz o tratamento e possivelmente livra aquela residência da larva do Aedes".

REPÓRTER: Em todo o Brasil, 125 cidades estão em situação de risco para ocorrência de epidemia de dengue. O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, chama a atenção dos moradores para o reforço das ações de combate ao mosquito transmissor.

SONORA: secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde - Jarbas Barbosa

"Em 15 minutos, uma família consegue fazer a inspeção da sua própria casa. Não precisa de equipamento sofisticado, tem um checklist que orienta: caixa d´água bem tampada, o depósito da água do animal de estimação tem que passar a bucha nas paredes, colocar areia no prato do vaso de planta e assim por diante. Se a gente deixa ter população de mosquito depois que começa aumentar o número de casos, é muito mais difícil de combater. Então o momento é mesmo antes, antes de chegar o período de maior transmissão que é janeiro."

REPÓRTER: Para conhecer o índice de infestação por Aedes Aegypti nos 125 municípios brasileiros em situação de risco para a ocorrência de epidemia de dengue, acesse: www.saude.gov.br/svs

Reportagem, Karina Chagas

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.