PREVENÇÃO: Ministério da Saúde vai levantar dados sobre principais causas de acidentes de trabalho

Salvar imagem

REPÓRTER: Entre 2010 e 2015, o Ministério da Saúde registrou mais de 439 mil acidentes de trabalho grave. Desse total,  276 mil aconteceram por exposição a material biológico e 30 mil por exposição a substâncias químicas relacionadas ao trabalho. Por isso, a Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho, lançada nesta terça-feira (11), pretende destacar a importância do conhecimento e análise dos dados relacionados a acidentes de trabalho para que seja possível descobrir as principais causas, a relação com o tipo de ocupação e os grupos de trabalhadores mais vulneráveis, permitindo assim a adoção de medidas de prevenção mais eficazes. O ministro da Saúde, Ricardo Barros, explica que  o ministério vai fortalecer a vigilância e aprimorar os dados nacionais sobre o tema.

SONORA: ministro da Saúde, Ricardo Barros

“É um assunto que interessa muito ao país, impõe um custo alto à saúde, em especial a Previdência porque muitos desses trabalhadores depois seguem inabilitados. E para que nós possamos ampliar a avaliação clara, eu pedi que no nosso conjunto mínimo de dados, uma ficha única que é preenchida quando qualquer cidadão procura o serviço de saúde, nós tenhamos lá a atividade laboral da pessoa registrada nessa ficha. Porque justamente nós queremos poder ter a capacidade de relacionar os atendimentos de saúde com a atividade laboral”.

REPÓRTER: O objetivo da Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho é que a informação seja especificada em todas as fichas de atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS) Assim, a análise de cada caso será  mais efetiva, contribuindo para as ações de Vigilância em Saúde do Trabalhador. A previsão é que a portaria seja publicada ainda no primeiro semestre deste ano. A campanha é uma parceria entre o Ministério do Trabalho e o da Saúde, e o tema deste ano é “Acidentes de Trabalho – Conhecer para Prevenir”.

Reportagem, Janary Damacena.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.