PICOS (PI): Para evitar contaminação, jovens precisam tomar a vacina contra vírus HPV

SalvarSalvar imagem

REPÓRTER:Para evitar a contaminação pelo vírus HPV, as jovens de Picos devem tomar a vacina que previne o papiloma vírus. A doença é facilmente transmitida através do contato com a pele ou a utilização do mesmo sabonete que uma pessoa contaminada. A imunização é segura e gratuita na rede pública de saúde para garantir a proteção das jovens contra o câncer do colo de útero. Na rede privada a vacina contra o papiloma vírus custa aproximadamente dois mil reais. O Secretário de ciência, tecnologia e insumos estratégicos do ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, alerta que a cada dia 14 mulheres morrem em decorrência do câncer do colo de útero.
 
SONORA:Secretário de ciência, tecnologia e insumos estratégicos do ministério da Saúde, Jarbas Barbosa.
 
“O câncer do colo de útero ainda mata a cada dia 14 mulheres em nosso país. São as mães e as avós das meninas que hoje tem a oportunidade de tomar a vacina. Por isso que nenhuma família pode negar esse direito a menina, por isso que a menina se conscientize, se informe e exija que o seu direito seja garantido. Que ela vai poder ser a primeira geração de brasileiras onde a morte por câncer do colo de útero vai estar eliminada".
 
REPÓRTER: Para garantir a proteção as adolescentes, o ministério da Saúde recomenda que as jovens tomem as três doses da vacina. A segunda seis meses após a primeira e a terceira, cinco anos após a segunda. As adolescentes que ainda não começaram o ciclo de vacinação devem correr para uma unidade de saúde para se prevenir do vírus HPV. As meninas de 14 anos que tomaram a primeira dose no ano passado precisam tomar as outras duas. A coordenadora de imunização, Maria Conceição Portela, faz um apelo para que as jovens tomem a vacina contra o vírus HPV.
 
SONORA: Maria da Conceição Portela, Coordenadora de imunização
 
“Então eu faço um apelo que os pais que tenham filhas de 11 a 13 ano, poderão estar procurando a estratégia de saúde da família, pedir informações aos enfermeiros que eles podem estar agendando um dia para estar levando essa vacina in loco para aqueles que não poderem se descolar até a zona urbana. Enfim, que levem seus filhos porque a vacina hoje é realidade, ela está disponível e nós temos que controlar, mas, enfim, dar um basta no HPV. Controlar essa doença que tanto tem matado pessoas jovens”.
 
REPÓRTER: As jovens de Picos podem procurar uma das sete salas de vacinação na zona urbana para tomar vacina contra o vírus HPV. Na zona rural, agentes de saúde levam a vacina. A principal unidade de saúde é o Pronto Atendimento Infantil Municipal Frei Damião, conhecido como PAIM, que fica na Rua São Sebastião, no centro. O atendimento é de segunda a sexta-feira de sete da manhã ao meio-dia. Os outros pontos de vacinação funcionam de segunda a sexta-feira de sete da manhã às cinco da tarde. A estratégia de Saúde da Família de Picos pede as adolescentes que queriam se vacinar que procurem uma das unidades no período matutino, mas as jovens que forem no turno vespertino vão poder tomar a vacina normalmente.
 

Reportagem, Pedro Paulo Borges

Receba nossos conteúdos em primeira mão.