PIANCÓ (PB): Moradores devem combater o mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya

Salvar imagem

TEC/SONORA: Idayala Pereira, Enfermeira
 
“Comecei com umas manchinhas no corpo e dores nas articulações. No joelho principalmente. Á noite a febre aumentava. Eu cheguei a ficar com quarenta graus de febre. Eram constantes as dores, a febre e as manchinhas no corpo. Eu era toda cheia de manchinhas.”
 
LOC: Aí estão exemplos do sofrimento de quem pega Dengue, Zika ou Chikungunya. E, com Idayala Pereira, que mora no Mutirão, não foi diferente. Ela tem 26 anos, é enfermeira e sofreu muito com a Chikungunya. O problema é que Idayala tomava os cuidados dentro de casa para o mosquito transmissor dessas doenças não nascer. E para outras pessoas também não passarem pelo mesmo problema, o ideal é que os moradores façam como Idayala. 
 
TEC/SONORA: Idayala Pereira, Enfermeira
 
“Em casa, a caixa d'água é coberta. E eu só tenho um tambor, um balde grande de água, e é coberto. De vez em quando os agentes de endemias passam, mas em casa eu tenho cuidado.”
 
LOC: Dados da Secretaria Municipal de Saúde de Piancó, revelam que no município há duzentos casos suspeitos de Dengue. Nas ruas da cidade, 13 agentes de endemias e 27 agentes comunitários de saúde estão eliminando focos e ensinando a população a se prevenir do mosquito transmissor. Para saber mais, acesse: saude.gov.br/combateaedes. 
 

 

 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.