JAGUAQUARA (BA): Vacina contra HPV esta disponível apenas nos postos de saúde, do município.

Segunda dose da vacina contra HPV, que protege contra câncer do colo do útero, não será aplicada nas escolas de Jaguaquara. Meninas entre 11 e 13 anos devem procurar postos de saúde

Salvar imagem

REPÓRTER: A falta de informação da população sobre os locais de distribuição da vacina tem prejudicado a campanha da segunda dose contra o HPV, em Jaguaquara. Segundo a secretaria Municipal de Saúde, a vacina não esta sendo mais aplicada nas escolas. Por isso, as adolescentes devem ir ao posto de saúde para tomar a imunização. O município registrou que apenas 25 por cento das meninas de 11 a 13 anos de idade já foram vacinadas. A meta do Ministério da Saúde é de que, pelo menos 80 por cento das adolescentes sejam imunizadas. O HPV é o principal causador do câncer do colo do útero e, é uma das doenças sexualmente transmissíveis mais comum no país. É o que explica o medico especialista no vírus HPV, Julio José Maximo de Carvalho.
 
SONORA: Medico especialista no vírus HPV, Julio Jose Maximo de Carvalho.
 
“O HPV o próprio nome diz é o Human Papiloma Virus é o vírus que causa papiloma no ser humano, que seriam verrugas. A importância essa vacina é prevenir contra a infecção do HPV, que é a DST mais comum, a doença sexualmente transmissível mais comum e é responsável pelo câncer do colo do útero na mulher.”
 
REPÓRTER: Para prevenir a doença é preciso tomar as três doses da vacina contra o HPV. A imunização disponibilizada no Sistema Único de Saúde, é 100 por cento segura. Para que seja efetiva, a dose tem que ser aplicada em meninas que ainda não deram início a vida sexual. A informação é do diretor de Vigilância das Doenças Transmissíveis, do Ministério da Saúde,Cláudio Maierovitch. Ele ressalta que, a dose única da vacina não é eficaz contra o vírus HPV.
 
SONORA: Diretor de Vigilância das Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde,Cláudio Maierovitch
 
"A imunização ela é dada por uma vacina oferecida em três doses, e as três doses são importantes. Então ela é iniciada em meninas aos 11anos de idade. Nós estamos iniciando com meninas de 11 a 13 anos de idade justamente para alcançar aquelas que já completaram 11 anos há mais tempo. Então neste momento da introdução da vacina, isso é um calendário um pouco estendido, porque no futuro nós manteremos apenas a primeira dose aos 11 anos de idade. Depois de tomar a primeira dose, ela recebe uma segunda dose de reforço. A dose única ela não é eficaz para produzir a proteção contra o HPV, por isso as duas doses, e uma terceira dose cinco anos depois."
 
REPÓRTER: Para tomar a segunda dose da vacina, as meninas de 11 a 13 anos de idade devem ir ao posto de saúde mais próximo de casa com o cartão de vacina e se imunizar. Na segunda fase da campanha não é preciso a autorização dos pais. Meninas que ainda não tomaram a primeira dose também devem procurar o posto de saúde e atualizar a vacina. 
 
Reportagem, Henrique Carmo 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.