Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o radialista realize o login no site da Agência do Rádio - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 Mais não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

Créditos: Ricardo Duarte

Inter vai até a Argentina e empata com o River pela Liberta

Galo vence fora de casa e garante vaga na Sul-Americana

Salvar imagemTexto para rádio

Terça feira tem um gostinho diferente quando o tempero é campeonato de mata-mata.  E dessa vez veio na medida certa para quem estava faminto por bola na rede.

Começando pela Libertadores. O Internacional viajou até a Argentina para enfrentar o River Plate. As duas equipes entraram em campo classificadas, mas lutavam por uma pontuação melhor na classificação geral. E os donos da casa saíram na frente com belo gol de Julián Alvaréz, que encobriu o goleiro Marcelo Lomba. Antes do intervalo, Sóbis chutou de longe e deixou tudo igual. 

Na segunda etapa, virada do Colorado. Mais uma vez Sóbis, dessa vez de pênalti, deixou o dele e colocou a equipe gaúcha em vantagem. Pouco antes do fim da partida, Lomba falhou, a bola sobrou para Lucas Pratto, que não perdoou. Final, River Plate dois, Internacional dois. As duas equipes avançam para as oitavas da Liberta, o Inter como líder do grupo A com 14 pontos e o River com 10, na segunda posição. 

Sem chance de prosseguir na Libertadores, a equipe venezuelana do Zamora entrou em campo para encarar o Atlético Mineiro e se engana quem acha que o jogo não valia nada. A vitória daria uma vaga na Sul-Americana, e quem se deu bem foi o Galo, que venceu por dois a um, com dois gols de Alerrandro.

Definido o último classificado para as oitavas de final da Copa do Brasil. No Serra Dourada, Vila Nova e Juventude fizeram a partida de volta pela quarta fase. E mais uma vez, nada de bola na rede durante o tempo normal. Com o zero a zero, a disputa foi para os pênaltis, e melhor para a equipe gaúcha, que garantiu a vaga graças aos erros de Danilo e Patrick, que desperdiçaram as cobranças pelo Vila. Agora, o Juventude enfrenta o Grêmio na próxima fase.

E pela Liga dos Campeões, uma noite para entrar na história. Liverpool e Barcelona se enfrentaram no estádio de Anfield. A missão dos Reds era difícil, mas a história fez a camisa pesar. Origi abriu o placar para a equipe inglesa aos 15 minutos do primeiro tempo, após pegar o rebote. Na segunda etapa, foi a vez de Wijnaldum se tornar o herói improvável. Em dois minutos, o volante marcou duas vezes e deixou a situação complicada para o Barça. Aos 34, após cobrança de escanteio genial de Alexander-Arnold, Origi fez mais um e decretou a classificação. Final, Liverpool quatro, Barcelona zero. Vitória monstruosa do time inglês, que chega a final com moral. Já para o Barça, a segunda desclassificação seguida em tom de vexame.

E a emoção não para nesta quarta-feira. Pega agenda aí que o que não vai faltar é jogão. 

Na Libertadores, o clima é de guerra para o Flamengo. O time carioca vai até o Uruguai enfrentar o Peñarol, precisando de pelo menos um empate para avançar de fase. No entanto, a equipe uruguaia, que está em segundo lugar no grupo, não quer dar mole e perder a classificação e deve ir com tudo para cima do Rubro-Negro. 

Outro brasileiro que joga hoje na mesma situação é o Grêmio. O Tricolor Gaúcho joga contra a Universidad Católica, do Chile, e um simples empate põe a equipe de Renato Portaluppi na próxima fase.

Em São Paulo, o Palmeiras recebe o San Lorenzo, da Argentina. A partida vale a liderança do grupo F, já que os dois times já garantiram a classificação nas oitavas.  

No Mineirão, o Cruzeiro enfrenta o Emelec pelo grupo B. A Raposa busca a vitória para manter a melhor campanha da primeira fase, o que dá vantagem de sempre decidir o segundo jogo em casa.

Pela Liga dos Campeões, tem mais jogão valendo vaga na final. Em Amsterdã, a molecada do Ajax entra em campo para enfrentar a equipe inglesa do Tottenham. 

O time holandês tem a vantagem do empate graças à vitória na primeira partida, por um a zero. Para os ingleses, apenas uma vitória por dois gols de diferença garante a equipe na final para enfrentar o rival Liverpool.

Fonte: Brasil 61

Continue Lendo





Receba nossos conteúdos em primeira mão.

Terça feira tem um gostinho diferente quando o tempero é campeonato de mata-mata.  E dessa vez veio na medida certa para quem estava faminto por bola na rede.

Começando pela Libertadores. O Internacional viajou até a Argentina para enfrentar o River Plate. As duas equipes entraram em campo classificadas, mas lutavam por uma pontuação melhor na classificação geral. E os donos da casa saíram na frente com belo gol de Julián Alvaréz, que encobriu o goleiro Marcelo Lomba. Antes do intervalo, Sóbis chutou de longe e deixou tudo igual. 

Na segunda etapa, virada do Colorado. Mais uma vez Sóbis, dessa vez de pênalti, deixou o dele e colocou a equipe gaúcha em vantagem. Pouco antes do fim da partida, Lomba falhou, a bola sobrou para Lucas Pratto, que não perdoou. Final, River Plate dois, Internacional dois. As duas equipes avançam para as oitavas da Liberta, o Inter como líder do grupo A com 14 pontos e o River com 10, na segunda posição. 

Sem chance de prosseguir na Libertadores, a equipe venezuelana do Zamora entrou em campo para encarar o Atlético Mineiro e se engana quem acha que o jogo não valia nada. A vitória daria uma vaga na Sul-Americana, e quem se deu bem foi o Galo, que venceu por dois a um, com dois gols de Alerrandro.

Definido o último classificado para as oitavas de final da Copa do Brasil. No Serra Dourada, Vila Nova e Juventude fizeram a partida de volta pela quarta fase. E mais uma vez, nada de bola na rede durante o tempo normal. Com o zero a zero, a disputa foi para os pênaltis, e melhor para a equipe gaúcha, que garantiu a vaga graças aos erros de Danilo e Patrick, que desperdiçaram as cobranças pelo Vila. Agora, o Juventude enfrenta o Grêmio na próxima fase.

E pela Liga dos Campeões, uma noite para entrar na história. Liverpool e Barcelona se enfrentaram no estádio de Anfield. A missão dos Reds era difícil, mas a história fez a camisa pesar. Origi abriu o placar para a equipe inglesa aos 15 minutos do primeiro tempo, após pegar o rebote. Na segunda etapa, foi a vez de Wijnaldum se tornar o herói improvável. Em dois minutos, o volante marcou duas vezes e deixou a situação complicada para o Barça. Aos 34, após cobrança de escanteio genial de Alexander-Arnold, Origi fez mais um e decretou a classificação. Final, Liverpool quatro, Barcelona zero. Vitória monstruosa do time inglês, que chega a final com moral. Já para o Barça, a segunda desclassificação seguida em tom de vexame.

E a emoção não para nesta quarta-feira. Pega agenda aí que o que não vai faltar é jogão. 

Na Libertadores, o clima é de guerra para o Flamengo. O time carioca vai até o Uruguai enfrentar o Peñarol, precisando de pelo menos um empate para avançar de fase. No entanto, a equipe uruguaia, que está em segundo lugar no grupo, não quer dar mole e perder a classificação e deve ir com tudo para cima do Rubro-Negro. 

Outro brasileiro que joga hoje na mesma situação é o Grêmio. O Tricolor Gaúcho joga contra a Universidad Católica, do Chile, e um simples empate põe a equipe de Renato Portaluppi na próxima fase.

Em São Paulo, o Palmeiras recebe o San Lorenzo, da Argentina. A partida vale a liderança do grupo F, já que os dois times já garantiram a classificação nas oitavas.  

No Mineirão, o Cruzeiro enfrenta o Emelec pelo grupo B. A Raposa busca a vitória para manter a melhor campanha da primeira fase, o que dá vantagem de sempre decidir o segundo jogo em casa.

Pela Liga dos Campeões, tem mais jogão valendo vaga na final. Em Amsterdã, a molecada do Ajax entra em campo para enfrentar a equipe inglesa do Tottenham.

O time holandês tem a vantagem do empate graças à vitória na primeira partida, por um a zero. Para os ingleses, apenas uma vitória por dois gols de diferença garante a equipe na final para enfrentar o rival Liverpool.

Reportagem, Raphael Costa