CNH: Detran-MT/Haillyn Heiviny
CNH: Detran-MT/Haillyn Heiviny

Detran-MT alerta para golpe de venda de CNHs falsas

Quadrilhas ofertam serviço ilegal de confecção de habilitação para burlar fases obrigatórias de obtenção do documento


O Departamento Estadual de Trânsito do Mato Grosso (Detran-MT) recebeu denúncias de vendas da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e percebeu um golpe. De acordo com informações que chegaram pela Ouvidoria do órgão, de várias autoescolas da região, uma quadrilha está oferecendo CNHs pelas redes sociais, atraindo pessoas que tentam burlar os processos obrigatórios de obtenção do documento.

O Detran alerta que essa compra, além de ilegal, ainda oferece carteiras falsas, impressas em papel comum e facilmente identificadas pelos órgãos fiscalizadores. Os golpistas enviam vídeos aos interessados que mostram como é produzido o documento falso. Ele contém até mesmo um QR Code, assim como a CNH original, mas a leitura direciona a um site fictício criado pela quadrilha.

O Departamento de Trânsito ressalta que a carteira de habilitação original é totalmente diferente. Impressa em papel moeda e com diversas camadas de segurança para verificação, ela possui um QR Code que só é lido por um aplicativo utilizado pelas autoridades. O Detran pontua ainda que a CNH no formato digital só é válida no aplicativo nacional chamado Carteira Digital de Trânsito.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: O Departamento Estadual de Trânsito do Mato Grosso recebeu denúncias de vendas da Carteira Nacional de Habilitação e percebeu um golpe. De acordo com informações que chegaram pela Ouvidoria do órgão, de várias autoescolas da região, uma quadrilha está oferecendo CNHs pelas redes sociais, atraindo pessoas que tentam burlar os processos obrigatórios de obtenção do documento.

O Detran alerta que essa compra, além de ilegal, ainda oferece carteiras falsas, impressas em papel comum e facilmente identificadas pelos órgãos fiscalizadores. Os golpistas enviam vídeos aos interessados que mostram como é produzido o documento falso. Ele contém até mesmo um QR Code, mas a leitura direciona a um site fictício criado pela quadrilha.

O Departamento de Trânsito ressalta que a carteira de habilitação original é impressa em papel moeda, com diversas camadas de segurança para verificação e um QR Code que só é lido por um aplicativo utilizado pelas autoridades. O Detran pontua também que a CNH no formato digital só é válida no aplicativo nacional chamado Carteira Digital de Trânsito.