Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Agências dos Correios passam atender pendências do Serasa

A cada dívida renegociada será cobrada uma taxa de R$ 3,60


Pessoas com o nome sujo junto ao Serasa podem se dirigir a alguma agência dos Correios para regularizar as pendências financeiras. A iniciativa é uma parceria entre a empresa de crédito e a companhia estatal para ampliar a renegociação de dívidas presencialmente. 

Segundo os Correios, assim que as dívidas são renegociadas as restrições no nome do consumidor são retiradas, o que permite que ele possa adquirir crédito no mercado. Em novembro de 2019, quando foi realizada o último levantamento do Serasa, o número de inadimplentes no Brasil era de quase 64 milhões de pessoas.

A cada dívida renegociada com os atendentes dos Correios, o consumidor pagará uma taxa de R$ 3,60. Para consultar acordos, o valor do serviço será de R$ 2,60. Os Correios possuem mais de seis mil agências espalhadas por todo o Brasil. 
 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Pessoas com o nome sujo junto ao Serasa podem se dirigir a alguma agência dos Correios para regularizar as pendências financeiras. A iniciativa é uma parceria entre a empresa de crédito e a companhia estatal para ampliar a renegociação de dívidas presencialmente. 

Segundo os Correios, assim que as dívidas são renegociadas as restrições no nome do consumidor são retiradas, o que permite que ele possa adquirir crédito no mercado. Em novembro de 2019, quando foi realizada o último levantamento do Serasa, o número de inadimplentes no Brasil era de quase 64 milhões de pessoas.

A cada dívida renegociada com os atendentes dos Correios, o consumidor pagará uma taxa de R$ 3,60. Para consultar acordos, o valor do serviço será de R$ 2,60. Os Correios possuem mais de seis mil agências espalhadas por todo o Brasil. 
Reportagem, Paulo Oliveira