Foto: Dênio Simões/MIDR
Foto: Dênio Simões/MIDR

MIDR participa de evento para discutir conquistas e desafios do Programa Produtor de Água

Iniciativa da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) busca apoiar projetos com foco na conservação de recursos hídricos no meio rural


O Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR) participou, nesta quinta-feira (30), de evento para discutir as conquistas e desafios do Programa Produtor de Água, coordenado pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), instituição vinculada à Pasta. Criado em 2001, a iniciativa busca apoiar projetos que contenham ações de conservação de recursos hídricos no meio rural com foco na segurança hídrica, no reconhecimento e no estímulo aos serviços ambientais prestados pelos produtores rurais por meio de ações de conservação de água e solo em suas propriedades.

Durante o evento, que segue até esta sexta-feira (1º), foi lançado o novo Manual de Diretrizes do Programa Produtor de Água, que apresenta o modelo de apoio a programas e projetos voltados a ampliar a escala do produtor de água. Esse modelo visa aproximar os participantes do Programa dos estados e do Distrito Federal, além de orientá-los sobre como atuar em conformidade com a execução dos planos de recursos hídricos junto aos comitês de bacias hidrográficas, especialmente em bacias estratégicas. A nova logo do programa Produtor de Água também foi apresentada aos participantes do evento.

O diretor-presidente interino da ANA, Maurício Abijaodi, comemorou o sucesso do Programa. "O impacto que o Produtor de Água causa e o engajamento que ele promove nas pessoas que trabalham nele são incomparáveis. Portanto, sinto-me muito satisfeito e feliz por promover este evento, cujo objetivo é olhar para trás, compreender os avanços e pensar em como podemos expandir esse processo", destacou.

Presente à cerimônia de abertura, o secretário nacional de Segurança Hídrica do MIDR, Giuseppe Vieira, destacou que o Governo Federal considera prioritárias as práticas conservacionistas para a preservação ambiental e de nascentes.

O Programa Produtor de Águas está alinhado com as prioridades do Governo Federal e está incluso no novo PAC, que conta com um eixo chamado Água para Todos, o qual destina recursos para a valorização das ações de revitalização de bacias hidrográficas", informou o secretário.

Programação

Durante os dois dias do evento, serão debatidos temas como os arranjos para viabilidade e sustentabilidade técnica e financeira de programas e projetos; diagnósticos e planejamentos estratégicos; e elaboração de Projetos Individuais da Propriedade (PIPs). Além disso, serão discutidos o monitoramento e a divulgação de resultados das iniciativas realizadas no âmbito do Programa Produtor de Água.

Nesta sexta-feira, os participantes poderão realizar uma visita de campo ao Projeto Produtor de Água no Pipiripau, em Planaltina (DF), e participar de uma oficina sobre a trilha de capacitação do Programa Produtor de Água, a ser realizada na sede da ANA.

Moradora do Pipiripau, a produtora Fátima Cabral, que cultiva em sistema agroflorestal cerca de 70 tipos de alimentos, entre folhas, raízes e temperos, enfatizou a importância da conscientização sobre a preservação da água, do solo e dos sistemas de produção.

"A partir da implementação do projeto, começamos a compreender a necessidade de preservação, cuidado com o solo e adoção de boas práticas, que gradativamente trouxeram transformações em nossos métodos de produção e comercialização", afirmou.

A ANA apoia projetos do Produtor de Água por todo o Brasil, que atendem habitantes das regiões metropolitanas de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF), Goiânia (GO), Campo Grande (MS), Palmas (TO) e Rio Branco (AC), entre outras. Esses projetos contam com apoio de diversos parceiros, como prefeituras, comitês de bacias hidrográficas, universidades, organizações não governamentais (ONGs), empresas privadas e instituições públicas.

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC: As conquistas e desafios do Programa Produtor de Água, coordenado pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico, a ANA, são tema de debate nesta quinta e sexta-feira. A iniciativa tem o objetivo de apoiar projetos que contenham ações de conservação de recursos hídricos no meio rural, com foco na segurança hídrica.

Presente à cerimônia de abertura, Giuseppe Vieira, secretário nacional de Segurança Hídrica do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional, destacou que o Governo Federal considera prioritárias as práticas conservacionistas para preservação ambiental e de nascentes.

TEC/SONORA: GIUSEPPE VIEIRA

“O Programa Produtor de Águas está alinhado com as prioridades do Governo Federal e está incluso no novo PAC, que conta com um eixo chamado Água para Todos, o qual destina recursos para a valorização das ações de revitalização de bacias hidrográficas”

LOC: O diretor-presidente interino da ANA, Maurício Abijaodi, comemorou o resultado do Programa, considerado um case de sucesso.

TEC/SONORA: MAURÍCIO ABIJAODI

"O impacto que o Produtor de Água causa e o engajamento que ele promove nas pessoas que trabalham nele são incomparáveis. Portanto, sinto-me muito satisfeito e feliz por promover este evento, cujo objetivo é olhar para trás, compreender os avanços e pensar em como podemos expandir esse processo".

LOC: Moradora do Pipiripau, no Distrito Federal, a produtora Fátima Cabral é uma das pioneiras do programa. Ela, que cultiva cerca de 70 tipos de alimentos, entre folhas, raízes e temperos, enfatizou a importância da conscientização sobre a preservação da água, do solo e dos sistemas de produção.

TEC/SONORA: FÁTIMA CABRAL

"A partir da implementação do projeto, começamos a compreender a necessidade de preservação, cuidado com o solo e adoção de boas práticas, que gradativamente trouxeram transformações em nossos métodos de produção e comercialização".

LOC: Para mais sobre ações do Governo Federal em segurança hídrica, acesse mdr.gov.br 

Reportagem, Petronilo Oliveira