Foto: Divulgação/MIDR
Foto: Divulgação/MIDR

Governo Federal reconhece situação de emergência em Natal, capital do Rio Grande do Norte

Cidade foi atingida por chuvas intensas e está apta a solicitar recursos do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional para ações de defesa civil


O Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR), por meio da Defesa Civil Nacional, reconheceu, nesta quinta-feira (7), a situação de emergência de Natal, no Rio Grande do Norte. A cidade foi atingida por chuvas intensas. A portaria com o reconhecimento foi publicada no Diário Oficial da União (DOU). Confira neste link.

Até o momento, o Rio Grande do Norte tem 51 municípios em situação de emergência, dos quais 31 por estiagem, 19 por seca e um por chuvas intensas.

Com o reconhecimento federal, o município está apto a solicitar recursos do MIDR para ações de assistência humanitária, como compra de alimentos, água potável e combustível para os veículos que fazem o transporte dos mantimentos. Os repasses serão liberados assim que os planos de trabalho forem apresentados pela prefeitura e avaliados pela equipe técnica da Defesa Civil Nacional.

Na última quinta-feira, o ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, recebeu a visita do prefeito de Natal, Álvaro Dias, para tratar sobre as fortes chuvas que castigaram a cidade e garantiu todo o apoio necessário ao município.

“Vamos atuar em conjunto, a Defesa Civil Nacional e a equipe da prefeitura, na elaboração do plano de trabalho de resposta”, afirmou Waldez Góes. “Estamos autorizados pelo presidente Lula a dar todo apoio necessário para as ações de assistência humanitária e de reconstrução”, completou.

Como solicitar recursos

A solicitação de recursos pelos municípios em situação de emergência deve ser feita por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD). Além de socorro e assistência às vítimas, também repassa recursos para restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de infraestrutura ou moradias destruídas ou danificadas por desastres.

Com base nas informações enviadas nos planos de trabalho, a equipe técnica da Defesa Civil Nacional avalia as metas e os valores solicitados. Com a aprovação, é publicada portaria no DOU com o valor a ser liberado.

Capacitações da Defesa Civil Nacional

A Defesa Civil Nacional oferece uma série de cursos a distância para habilitar e qualificar agentes municipais e estaduais para o uso do S2iD. As capacitações têm como foco os agentes de proteção e defesa civil nas três esferas de governo. Confira neste link a lista completa dos cursos.

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC: A Defesa Civil Nacional reconheceu nesta quinta-feira, 7 de dezembro, a situação de emergência na capital do Rio Grande do Norte, Natal. A cidade foi atingida por chuvas intensas.

Até o momento, além de Natal, mais 50 municípios potiguares estão em situação de emergência, dos quais 31 por estiagem e 19 devido à seca, que é um período de falta de chuvas mais prolongado do que a estiagem.

Com o reconhecimento federal, os municípios atingidos por desastres podem solicitar recursos para ações de defesa civil. 

Waldez Góes, ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, explica como os repasses podem ser aplicados.

TEC/SONORA: ministro Waldez Góes

"Os recursos da Defesa Civil podem ser empregados naquele primeiro momento que acontece o desastre pra fazer assistência humanitária, pra dar kits de higiene, alimentação para as pessoas que foram atingidas, que enfrentam as consequências daquele desastre, bem como pra restabelecimento dos serviços essenciais, como, por exemplo, abastecimento de água e desobstrução de vias públicas. Além disso, nós também podemos utilizar o os recursos da Defesa Civil pra fazer reconstrução de infraestruturas públicas destruídas pelo desastre ou ainda de habitações destruídas pelo desastre”

LOC: Para saber mais sobre ações do Governo Federal em proteção e defesa civil, acesse mdr.gov.br.

Reportagem, Gabriela Sant'Anna