Foto: Arquivo/Banco Central
Foto: Arquivo/Banco Central

Gás de cozinha: preço médio cai 0,40% nesta semana

Preço médio do gás de cozinha é de R$ 102,50 no Brasil


O preço médio do gás liquefeito de petróleo, GLP — o gás de cozinha — é de R$ 102,50, nesta semana. Este valor corresponde a uma queda de 0,40% em relação à semana anterior, quando a média nacional estava em R$103,00.

A redução pode ser reflexo da decisão da Petrobras em reduzir os custos da gasolina e do GLP. Esta medida entrou em vigência em 1º de julho deste ano. 

Os municípios brasileiros com menor preço do gás de cozinha correspondem a Garanhuns, em Pernambuco, Nova Friburgo e Rio Bonito, no Rio de Janeiro. Esses municípios registraram as mínimas nacionais de R$74,99. Na sequência está Cariacica, no Espírito Santo, que registrou R$75,00. 

O estado com a média de preços mais alta é Roraima, em R$ 126,69. Porém, Tefé, no estado do Amazonas, é a cidade que registrou preço médio mais alto de GLP, em R$ 146,66. Na sequência, está Rio Grande, no Rio Grande do Sul, que registrou GLP comercializado a R$138,00 em média. 

Recife, em Pernambuco, é a capital onde o gás está mais em conta, com o preço médio de revenda do GLP em R$ 89,00. Por sua vez, Boa Vista, em Roraima, é onde o produto está mais caro — registrando preços até R$ 126,70. 

Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, a ANP. 

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: O preço médio do gás liquefeito de petróleo, GLP —  o gás de cozinha — no Brasil é de R$ 102,50, nesta semana. Este valor corresponde a uma queda de 0,40% em relação à semana anterior, quando a média nacional estava em R$103,00.

A redução pode ser reflexo da decisão da Petrobras em reduzir os custos da gasolina e do GLP. Esta medida entrou em vigência em 1º de julho deste ano. 

Os municípios brasileiros com menor preço do gás de cozinha correspondem a Garanhuns, em Pernambuco, Nova Friburgo e Rio Bonito, no Rio de Janeiro. Esses municípios registraram as mínimas nacionais de R$74,99. Na sequência está Cariacica, no Espírito Santo, que registrou R$75,00. 

O estado com a média de preços mais alta é Roraima, em R$ 126,69. Porém, Tefé, no estado do Amazonas, é a cidade que registrou preço médio mais alto de GLP, em R$ 146,66. Na sequência, está Rio Grande, no Rio Grande do Sul, que registrou GLP comercializado a R$138,00 em média. 

Recife, em Pernambuco, é a capital mais barata, com o preço médio de revenda do GLP em R$ 89,00. Por sua vez, Boa Vista, em Roraima, a mais cara, registrando preços até R$ 126,70. 

Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, a ANP. 

Reportagem, Luigi Mauri, narração, Sophia Stein.