Foto: ONU
Foto: ONU

Coronavírus levou 300 milhões de estudantes a deixarem de ir à escola, diz Unesco

Países cancelaram aulas para evitar a proliferação do vírus. O número de infectados no mundo já beira os 100 mil


Pelo menos 300 milhões de estudantes estão sem aulas em todo o mundo por conta do surto do novo coronavírus, de acordo com estimativa da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). De acordo com o órgão, 13 países já decretaram o fechamento total de escolas. Outras nove nações cancelaram as aulas nas regiões mais atingidas pela doença.

Na itália, por exemplo, o governo decidiu manter fechadas todas as escolas e universidades até o dia 15 de março. 148 pessoas já morreram no país, que tem o maior número de mortos por coronavírus fora da China. Por lá foram registradas 41 novas mortes em um único dia. 

Na Coreia do Sul, as férias de inverno foram prolongadas por mais três semanas em escolas e creches. No Irã, as escolas vão ficar fechadas por um mês e eventos culturais e esportivos foram suspensos. 

Nos Estados Unidos o governo da Califórnia declarou estado de emergência depois que a primeira do estado foi registrada. Em Nova York, em um dia, o número de casos do novo coronavírus dobrou - passou de 11 para 22. No mundo todo, o número de infectados já beira os 100 mil e os mortos chegam a 3.400 - a maior parte na China.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Pelo menos 300 milhões de estudantes estão sem aulas em todo o mundo por conta do surto do novo coronavírus, de acordo com estimativa da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). De acordo com o órgão, 13 países já decretaram o fechamento total de escolas. Outras nove nações cancelaram as aulas nas regiões mais atingidas pela doença.

Na itália, por exemplo, o governo decidiu manter fechadas todas as escolas e universidades até o dia 15 de março. 148 pessoas já morreram no país, que tem o maior número de mortos por coronavírus fora da China. Por lá foram registradas 41 novas mortes em um único dia. 

Na Coreia do Sul, as férias de inverno foram prolongadas por mais três semanas em escolas e creches. No Irã, as escolas vão ficar fechadas por um mês e eventos culturais e esportivos foram suspensos. 

Nos Estados Unidos o governo da Califórnia declarou estado de emergência depois que a primeira do estado foi registrada. Em Nova York, em um dia, o número de casos do novo coronavírus dobrou - passou de 11 para 22. No mundo todo, o número de infectados já beira os 100 mil e os mortos chegam a 3.400 - a maior parte na China.

Reportagem, Daniel Marques