Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Contratação de brigadistas para atendimento a emergências é autorizada

Cerca de 1.600 profissionais temporários devem ser chamados para atender a emergências ambientais


Através de uma portaria conjunta entre os ministérios do Meio Ambiente (MMA) e da Economia, foi autorizado ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) a contratação de cerca de 1.600 profissionais temporários para integrar brigadas de atendimento a emergências ambientais.

Nesta época do ano, devido à seca, as ocorrências de incêndios florestais se intensificam e os atendimentos emergenciais são necessários. As contratações podem ser feitas já a partir deste mês de maio, tendo um prazo de seis meses de duração. Os brigadistas serão distribuídos entre brigadas regulares, brigadas especializadas e para funções de gerência estaduais e federais.

Decreto institui Cadastro Nacional de Municípios para áreas suscetíveis a desastres

“Governo irá dobrar recursos para combate ao desmatamento ilegal”, diz Salles

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) também está comprometido com medidas de prevenção e combate a incêndios pelo País, 17 editais foram lançados pelo Instituto para a contratação de mais de 550 brigadistas que atuarão no combate a incêndios por todo o Brasil.

Acesse os editais do ICMBio.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Através de uma portaria conjunta entre os ministérios do Meio Ambiente (MMA) e da Economia, foi autorizado ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) a contratação de cerca de 1.600 profissionais temporários para integrar brigadas de atendimento a emergências ambientais.

Nesta época do ano, devido à seca, as ocorrências de incêndios florestais se intensificam e os atendimentos emergenciais são necessários. As contratações podem ser feitas já a partir deste mês de maio, tendo um prazo de seis meses de duração. Os brigadistas serão distribuídos entre brigadas regulares, brigadas especializadas e para funções de gerência estaduais e federais.

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) também está comprometido com medidas de prevenção e combate a incêndios pelo País, 17 editais foram lançados pelo Instituto para a contratação de mais de 550 brigadistas que atuarão no combate a incêndios por todo o Brasil.

Reportagem, Poliana Fontenele