PARÁ: TRT vai realizar ações de combate ao trabalho infantil

No Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, em 12 de junho, o Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região vai realizar ações com o objetivo de conscientizar a população sobre os prejuízos do trabalho infantil e a necessidade da erradicação. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE, o Brasil ainda possui mais de ​três milhões de crianças trabalhando entre cinco e 17 anos, sendo 198 mil no Pará, com maior concentração entre os jovens de 15 a 17 anos. 

Salvar imagem

REPÓRTER: No Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, em 12 de junho, o Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região vai realizar ações com o objetivo de conscientizar a população sobre os prejuízos do trabalho infantil e a necessidade da erradicação. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE, o Brasil ainda possui mais de ​três milhões de crianças trabalhando entre cinco e 17 anos, sendo 198 mil no Pará, com maior concentração entre os jovens de 15 a 17 anos. O foco das ações da Justiça do Trabalho vai ser nos coletivos e nos sinais de trânsito de Belém, com a realização da “Blitz de Conscientização”. Na ocasião, será feita a entrega de material educativo dentro dos ônibus, contendo as dez razões pelas quais as crianças não devem trabalhar. O mesmo trabalho também vai ser realizado por voluntários de instituições parceiras, com a entrega do informativo nos semáforos da capital para pedestres e motoristas. Como parte da ação, também vão ser fixados cartazes no interior dos coletivos e os cobrado​re​s das linhas estarão uniformizados com a blusa da campanha “Cartão Vermelho ao Trabalho Infantil”.  No dia 13 de junho, de oito e meia da manhã ao meio dia, a ação vai ocorrer em Outeiro. Ao longo da semana, a campanha também vai ser realizada em Santarém, Parauapebas, Marabá, Abaetetuba, Castanhal, Capanema e Limoeiro do Ajuru. A ação é coordenada pelas Gestoras Regionais do Programa de Erradicação ao Trabalho Infantil da Justiça do Trabalho da 8ª Região, juízas Maria Zuíla Dutra e Vanilza Malcher.

Com informações do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, reportagem Thamyres Nicolau

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.