PARÁ: Justiça ajuda no combate ao Tralho Infantil

Em todo o Estado do Pará, a justiça tem ajudado no combate ao trabalho infantil. O Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região e seus parceiros, entre eles o Tribunal de Justiça do Pará.

SalvarSalvar imagem

Tempo de áudio –
 
REPÓRTER: Segundo dados da última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, PNAD, o Brasil ainda possui mais de ​ três milhões de crianças entre 05 e 17 anos trabalhando, sendo 198 mil no Estado do Pará, com maior concentração entre os jovens de 15 a 17 anos. Para a dona de casa Carmem Oliveira, as crianças precisam estudar ao invés de trabalhar.
 
SONORA: Carmem Oliveira.
 
Vamos evoluir, as crianças tem direito a sonhar, a viver, outra coisa que trabalhar; estudar primeiro.”
 
 REPÓRTER:  Em todo o Estado do Pará, a justiça tem ajudado no combate ao trabalho infantil. O Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região e seus parceiros, entre eles o Tribunal de Justiça do Pará, tem realizado diversas ações nos interiores do estado que tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre os males do trabalho infantil e a necessidade de sua erradicação. O trabalho infantil é proibido para quem tem menos de dezesseis anos, como explica a juíza do trabalho, Maria Zuíla Dutra, que também destaca  que existe uma exceção.
 
SONORA: Juíza Maria Zuíla Lima Dutra
 
“Pela norma brasileira é proibido o trabalho para quem tem menos de dezesseis anos,  excerto na condição de aprendiz a partir de quatorze anos, que é aquele trabalho de acordo com a lei da aprendizagem, mas existem algumas atividades consideradas as piores formas de trabalho infantil, e nós temos noventa e três já relacionadas no Brasil.”,
 
REPÓRTER: No último dia 12 de junho, foi celebrado em todo o Brasil o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil. Segundo o presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, que abrange Pará e Amapá, é importante o envolvimento de todos em prol do combate ao trabalho infantil.
https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif
                               
SONORA: Presidente do TRT8, desembargador Sérgio Rocha.
 
É importante o envolvimento da sociedade civil, e movimento de órgãos e institucionais como tribunal de justiça, o ministério publico para que venhamos todos juntos num movimento conjunto combater essa chaga e erradicar do estado do Pará.”
 
REPÓRTER:  De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE, o Brasil ainda possui mais de ​três milhões de crianças trabalhando entre cinco e 17 anos.
 

Com informações do TRT8 , reportagem, Storni Jr. 

Receba nossos conteúdos em primeira mão.