JUSTIÇA: Universidade Federal do Mato Grosso é obrigada a pagar salários suspensos a servidor

REPÓRTER: A Universidade Federal do Mato Grosso terá de pagar salário a um servidor que teve sua remuneração suspensa, conforme decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região. 

SalvarSalvar imagem

REPÓRTER: A Universidade Federal do Mato Grosso terá de pagar salário a um servidor que teve sua remuneração suspensa, conforme decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região. O servidor informou à Justiça que forneceu à Universidade, no período de março a setembro de 2015, atestado de licença médica por período indeterminado, porque estava impossibilitado de trabalhar. No entanto, a instituição federal suspendeu o pagamento do salário dele no período da licença. O juiz federal Régis de Souza afirmou que o ato da instituição é ilegal, porque a administração não pode fazer descontos em faltas justificadas. A sentença determina que a universidade pague ao servidor os salários suspensos.  
 
Com informações do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, reportagem Marcela Coelho

Receba nossos conteúdos em primeira mão.