ITINERÂNCIA: Ribeirinhos da Ilha do Marajó vão receber atendimento da Justiça

A partir do dia 10 de março, o cidadão da ilha do Marajó vai receber os serviços do judiciário. A ação é feita em parceria com a Caixa Econômica Federal. Nas atividades, o ribeirinho recebe atendimento em um navio, como registro de nascimento, divórcios e pensão alimentícia. 

Salvar imagem

Tempo do áudio -

 
LOC/REPÓRTER: A partir do dia 10 de março, o cidadão da ilha do Marajó vai receber os serviços do judiciário. A ação é feita em parceria com a Caixa Econômica Federal. Nas atividades, o ribeirinho recebe atendimento em um navio, como registro de nascimento, divórcios e pensão alimentícia. Entre 2013 e 2014, a Itinerância do Judiciário realizou 2.542 procedimentos na Ilha do Marajó. A coordenadora dos Juizados Especiais, desembargadora Vania Fortes Bitar, destaca que a ação visa garantir a cidadania do ribeirinho.
 
TEC/SONORA: Coordenadora dos Juizados Especiais, desembargadora Vania Bitar.
 
“Continuar levando a Justiça aonde as pessoas mais carentes precisam e que não tem, realmente, condições de ter acesso a essa Justiça que eles tanto necessitam. Então a finalidade toda é essa, que a Justiça vá para atender a população carente que não tem acesso fácil a Justiça naquela localidade”.
 
LOC/REPÓRTER: O cidadão da Ilha do Marajó vai receber atendimento de 10 a 13 de março, nos municípios de São Sebastião da Boa Vista e Muaná. Já de 17 a 20 de março, em Soure, Salvaterra e Ponta de Pedras.
 
Reportagem, Thamyres Nicolau
 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.