INDICADORES: Preços do milho seguem firmes apesar de colheita reduzida no Sul e Sudeste

Salvar imagem

REPÓRTER: A colheita do milho segunda safra avança no Centro-Oeste, mas tem ritmo reduzido nas regiões Sul e Sudeste, por conta do clima. A informação é do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da USP, o Cepea. O excesso de chuvas preocupa os produtores paranaenses consultados pelo centro, mas ainda não existe registro oficial de perda de produtividade. Em Mato Grosso, a produtividade surpreende, e vendedores adiantam a comercialização do cereal e, pela primeira vez, são realizados negócios de exportação com mais de um ano de antecedência. Segundo o Cepea, os preços seguem relativamente firmes. Nesta segunda-feira, a saca de 60 quilos do milho tem a cotação de R$ 26,23, em São Paulo. A saca tem preços de R$ 23, em Barreiras, Bahia, R$ 24,30, em Cascavel, Paraná, R$ 27,50, em Erechim, Rio Grande do Sul, e R$ 20,50, em Rio Verde, Goiás. A saca de 60 quilos do café arábica, bica corrida, tipo 6, custa R$ 414,60, em São Paulo. Já a saca do café conillon, tipo 7, tem o preço de R$ 305. Os valores do açúcar cristal sofrem leves quedas nesta segunda-feira. Em São Paulo, a saca de 50 quilos do produto tem o valor de R$ 47,61. As informações são do Cepea e do Canal Rural.

Reportagem, Alexandre Souza

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.