ENCONTRO: Autoridades se reúnem para discutir reinserção de presos

REPÓRTER: Discutir políticas que favoreçam a reinserção social de presos, egressos, internados por medida de segurança e cumpridores de penas e medidas alternativas é o objetivo do 4º Encontro Estadual de Execução Penal: Velhos Desafios, Novas Perspectivas, entre os dias 10 e 11 de setembro, das oito horas da manhã às cinco horas da tarde, no auditório do Fórum Cível de Belém.

SalvarSalvar imagem

REPÓRTER: Discutir políticas que favoreçam a reinserção social de presos, egressos, internados por medida de segurança e cumpridores de penas e medidas alternativas é o objetivo do 4º Encontro Estadual de Execução Penal: Velhos Desafios, Novas Perspectivas, entre os dias 10 e 11 de setembro, das oito horas da manhã às cinco horas da tarde, no auditório do Fórum Cível de Belém. O encontro vai debater os temas: Realidade do Sistema Carcerário do Pará, As Políticas Alternativas ao Encarceramento e Políticas de Reinserção Social de Apenados. A palestra de encerramento vai discutir sobre “Os Desafios da Política de Medida de Segurança”, que visam alternativas para fechar o manicômio judicial ainda existente no Estado e discutir o papel dos conselhos na política de execução penal no Pará. O debate conta com a participação do deputado estadual Carlos Bordalo, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Pará; do diretor geral do Departamento Penitenciário Nacional do Ministério da Justiça, Renato de Vitto; da presidente da Comissão Carcerária da OAB, Ivanilda Pontes; e do Secretário de Justiça e Direitos Humanos do Pará, Michell Mendes Durans. A ação é uma iniciativa do Tribunal de Justiça do Pará, por meio do Projeto Começar de Novo, com o apoio da Escola Superior de Magistratura.
 
 
 
Com informações da Coordenadoria de Imprensa do Tribunal de Justiça do Pará, reportagem Marcela Coelho
 

 

 

Receba nossos conteúdos em primeira mão.