ECONOMIA: Setor de serviços tem pior queda mensal desde 2012, diz IBGE

Salvar imagem

REPÓRTER: O volume de serviços prestados no Brasil diminuiu 6,1 por cento em maio em relação ao mesmo mês do ano passado. Isso significa que o trabalhador brasileiro está economizando na hora de pagar por serviços. Essa é a maior queda para o mês de maio desde o início da Pesquisa Mensal de Serviços, em 2012. O levantamento foi divulgado nesta quarta-feira (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE.  
 
Na comparação anual, o que mais influenciou a queda na taxa geral do setor de serviços foram os transportes, que tiveram retração de 9,1 por cento. O transporte aéreo, por exemplo, teve um desempenho 15,1 por cento menor que em 2015, enquanto que o terrestre teve queda de 10,5 por cento na mesma comparação.
 
A análise regional mostra que o setor de serviços teve os piores resultados na Paraíba, no Distrito Federal e em Mato Grosso, na comparação de maio com abril. Por outro lado, o segmento cresceu no Acre, no Pará e no Ceará.
 
Reportagem, Bruna Goularte

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.