ECONOMIA: IPCA-15 em 0,23% em setembro mostra que economia parou de cair, diz economista

Salvar imagem

 REPÓRTER: O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), considerado a prévia da inflação oficial, registrou alta de 0,23 por cento em setembro depois de ter chegado a 0,45 por cento em agosto. O indicador foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (22) e mostra que esse é o menor valor alcançado para o mês de setembro desde 2009Na avaliação de Florêncio Melo, presidente do Conselho Regional de Economia de Roraima, o resultado do IPCA-15 mostra que a economia brasileira parou de cair.
 
SONORA: Florêncio Melo, presidente do Conselho Regional de Economia de Roraima
A economia parou de cair. Ela já parou. Ou seja, o momento agora é de começar a se recuperar. É claro que lentamente, mas a melhora da economia é em ela ter parado de cair. Não é que os índices melhoraram e já dá para prospectar alguma coisa. É que ela parou de cair”.
 
REPÓRTER: De acordo com o IBGE, o grupo que mais puxou o IPCA-15 para baixo foi o de alimentos e bebidas.  Por isso, os brasileiros já estão sentindo um certo alívio nas compras de supermercado. A batata-inglesa, a cebola, o feijão-carioca, as hortaliças e o leite longa vida foram os que ficaram mais baratos em setembro.
 
Para o economista Florêncio Melo, a tendência é a de que os preços continuem a cair. Ele lembra, porém, que os alimentos são um grupo bastante sujeito à sazonalidade, ou seja, podem variar de preço conforme a estação do ano, o período de entressafra e até mesmo em datas comerciais como Dia das Mães e Natal.
 
SONORA: Florêncio Melo, presidente do Conselho Regional de Economia de Roraima
“A tendência é que, mesmo que alguns produtos e alguns itens tenham um aumento de preço, a maioria vai continuar em queda. Com a chegada do final do ano, há uma procura maior por bebidas e por alguns alimentos. Então, a gente tem que ficar muito centrado, por conta desse último trimestre do ano, para alguns alimentos e bebidas que compõem a cesta natalina não puxarem a inflação para cima novamente”.   
 
REPÓRTER: No acumulado de 12 meses, o IPCA-15 ficou em 8,78 por cento, abaixo dos 8,95 por cento registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Mesmo com a queda, o indicador está longe de atingir o centro da meta da inflação para 2016, de 4,5 por cento.
 

 

Reportagem, Bruna Goularte

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.