ECONOMIA: 96% dos usuários de cartão de crédito não sabem valor de taxas de juros

Especialista diz que quem não sabe utilizar o cartão conscientemente evitar o uso

Salvar imagem

REPÓRTER: O cartão de crédito é uma das principais formas de pagamento usadas pelos consumidores em todo o mundo. Quase 52 milhões de brasileiros são usuários da modalidade. Uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito, o SPC, em parceria com o Meu Bolso Feliz, mostra que 96 por cento desses clientes não sabem a taxa de juros que pagam ao mês e que o número aumenta entre mulheres e pessoas de classes mais baixas. A professora Thallyta Viana, afirma que não sabe o valor que paga de juros por mês, mas que prefere gastar apenas o dinheiro que tem.
 
SONORA: Thallyta Viana, professora
“Eu utilizo bastante o cartão de crédito e não faço ideia de quanto são os juros. Nunca deixei acumular dívida pra deixar pro próximo mês porque eu acho que aumenta muito não é? Principalmente porque eu tento gastar só o que eu tenho.”
 
REPÓRTER: De acordo com o SPC, a maioria dos usuários do cartão de crédito gasta e nem percebe que depois precisa pagar as taxas de juros. Mas alguns usuários, que se preocupam com as dívidas no final do mês, procuram se informar sobre os valores pagos. Esse é o caso do designer Angelo Whosoever, que prefere passar no cartão apenas o que ele sabe que vai precisar de um prazo maior para pagar.
 
SONORA: Angelo Whosoever, designer
“O cartão pra mim, ele só vale a pena pra conseguir um pouco mais de prazo pra pagar, mas eu sabendo que eu vou pagar naquele dia certinho. São tantos juros que você pode se enrolar, entendeu? Então assim, é por isso que eu gosto de pagar no dia pra não ter problema.”
 
REPÓRTER: A economista-chefe do Serviço de Proteção ao Crédito Marcela Kawauti, acredita que as dívidas podem aumentar rapidamente e dá dicas ao consumidor de como comprar sem se comprometer no futuro.
 
SONORA: Marcela Kawauti, economista-chefe
 “Uma dívida pequena pode se tornar grande muito rápido e pode virar um problema grande pro consumidor. Especialmente para aquele consumidor que acaba usando o cartão de crédito para coisas assim, como roupa, sapato. Enfim, são coisas que a gente poderia juntar dinheiro para comprar à vista. Então é melhor, realmente, se a pessoa não sabe usar o cartão de crédito, é melhor evitar.”
 
REPÓRTER: Em 2015, a taxa do cartão de crédito chegou a 300 por cento ao ano e é o maior número desde 2011. O que significa que, por exemplo, uma dívida de mil reais se multiplicaria quatro vezes em um ano, tendo assim uma taxa de quatro mil reais a ser paga. Já a taxa do crédito pessoal, que é um serviço utilizado pelo banco para prestar financiamento ao cliente na compra de bens e outros produtos, é de 30 por cento, 10 vezes menor do que a do cartão de crédito.
 
Reportagem, Sara Rodrigues

 

 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.