CRIME: Réu é condenado a 18 anos de prisão por homicídio

O réu recebeu pena de 18 anos de prisão, que será cumprida em regime inicial fechado. 

SalvarSalvar imagem

Tempo de áudio -

REPÓRTER: Jurados do 1º Tribunal do Júri de Belém, presidido pelo juiz Edmar Pereira, condenaram nesta quinta-feira, dia 8, Danilo André da Silva Lourenço, 22 anos, acusado de matar a tiros de revolver, Davi Conceição de Carvalho, 17 anos, que segundo investigações, era usuário de droga. O réu recebeu pena de 18 anos de prisão, que será cumprida em regime inicial fechado. Por maioria dos votos, os jurados rejeitaram a tese de negativa de autoria sustentada pelo defensor público Alessandro Oliveira e acolheram a acusação de homicídio qualificado, sustentada pelo promotor de justiça José Rui de Almeida Barbosa.  Segundo a acusação, a vítima teria contraído dívida de quinhentos reais por uso e tráfico de drogas e, por isso, teria sido assassinada em 2013, próximo à Rua Yamada, no bairro do Benguí, em Belém.  Ao ser interrogado, o réu Danilo André da Silva Lourenço negou ter cometido o crime. Ele alegou que a mãe de Davi Conceição o acusou porque anos antes, quando estava com 14 anos, teria tido uma briga com a vítima.
 
Com informações da coordenadoria de imprensa do TJPA, reportagem, Storni Jr. 

Receba nossos conteúdos em primeira mão.